Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Influência inócua

Ministro do STJ descarta interferência de Dilma na venda da Varig

O ministro Luiz Fux, do Superior Tribunal de Justiça, descarta a tese de interferência do Poder Executivo no processo de venda da Varig. Em entrevista à imprensa, a ex-diretora da Anac Denise Abreu acusou a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, de interceder em favor da venda da VarigLog e da Varig para a Volo Logistics LCC, empresa do fundo americano MatlinPatterson. De acordo com Denise, o advogado do fundo, Roberto Teixeira, teria usado sua influência junto ao governo para pressionar a Anac a aprovar a venda da Varig.

“Essa interferência seria absolutamente inócua porque essa venda obedece a uma liturgia processual. É absolutamente impossível proceder àquela alienação, seu cumprimento do jeito que deu. Então, é facilmente perceptível se foram ou não cumprido todos os requisitos. Tanto quanto eu conheço as pessoas que dirigiram este processo, não creio em efetivamente qualquer tipo de influência”, declarou o ministro ao site Monitor Mercantil.

Segundo Fux, também não houve precipitação da Justiça na venda da Varig. Em sua opinião, as pessoas que presidiram o processo de recuperação judicial da empresa são profissionais preparados e cautelosos. Por isso, acredita que o Judiciário fez tudo o que era possível para salvar a empresa naquela oportunidade.

A venda da Varig, afirmou, tinha por objetivo salvar uma empresa brasileira que representava o sucesso empresarial brasileiro no mundo. “A venda da Varig, no meu modo de ver, foi realizada com esse objetivo. Confesso que não conheço detalhes do processo e, eventualmente, pode ser até que algumas dessas questões sejam submetidas ao meu tribunal e não posso me antecipar.”

Revista Consultor Jurídico, 21 de junho de 2008, 15h20

Comentários de leitores

12 comentários

Como tem reaça neste espaço não? Dilma Roussef ...

Rubão o semeador de Justiça (Advogado Autônomo)

Como tem reaça neste espaço não? Dilma Roussef - a Vanda (ao lado do Capitão, hoje Major Lamarca da VPR), se rebelou quando muito sacana se prevalecia das tetas da viúva em conluio com a farda e as senhoras da liga católica... A mulher do Ademar de Barros (que a VPR, segundo a imprensa, levou um cofre cheinho de verdinha de propina do velho malandro na casa da amante no Rio) que fez a marcha pela família e pela propriedade... O alienígena "hammer" pelo menos haveria de perceber que a bandalheira da Varig vem de longe, pelo menos desde 1.998 (quando o Cel. Aviador Ozires Silva) e seu ilustrado conselho de administração forjado em harvard (incluindo posteriormente o atual presidente da Sabesp do tucanato Gesner Oliveira - espera o que será da concessionária após a saíde desse moço careca...), os caras da governança corporativa... O sr. hemmer acha que esse mortos de fome que começaram desde 1.998 a desovar as unidades produtivas da Varig, deixariam uma migalha que fosse para a oposição? Esses caras são vorazes amigo, são glutões, não deixam nada para ninguém. Acorda hemmmer! Larga de ser ingênuo, o que tá em jogo é a candidatura da Vanda para a presidência... É coisa desses malditos DEM em conúbio com o CUTUCANO. Não tenho nada que defenmder esse neoliberal lula, mas, as bobagens serão coibidas!

Ja que este espaço aqui é virtualmen...

hammer eduardo (Consultor)

Ja que este espaço aqui é virtualmente do Amigo Veritas , deixa Eu pegar um pedacinho......O Digno Ministro Fuchs lamentavelmente perdeu uma excelente oportunidade de ficar calado pois este caso da Varig e VarigLog jorra esgoto a ceu aberto sendo que nas ultimas semanas é praticamente impossivel abrir um jornal sem ver mais uma peça deste quebra cabeça da imundicie no des-governo petralhista. Defender a dilminha ex-assaltante ja é um pouco demais para alguem num posto deste na magistratura. Sugiro deixar isso por conta da matilha petralha que "nunca sabe de nada e sempre é inocente em tudo". O ministro deveria respeitar um pouco a dor e o sofrimento dos MILHARES de ex-Funcionarios da Varig e coligadas que levaram um CINEMATOGRAFICO beiço com a devida ajuda da Justiça????? que terminou criando o "beiço-oficial". Aos babadores de ovo de sempre convem observar que apenas no Brasil a tal "proteção" do capital esta valendo pois alem das fronteiras , o Constantino esta gastando muita grana para permitir a operação da "nova" Varig , la fora não tem historinha para adormecer a boiada como aqui. Falta ainda a mão santa de um Ruy Castro para produzir um livro contando os detalhes escabrosos desta espetacular bandalheira com o carimbo da des-administração lula que condenou alguns milhares a morte por desgosto , o sofrimento por falta de suas pensões ou a revolta pura e simples. Para os que ainda dispõe de muitos anos de vida , resta uma "vaga" esperança de correr atras do prejuizo , desde que os pleitos é claro , não caiam em locais compreensivos com o do Ministro Fuchs. Lamento o nivel de desinformação e desligamento do mundo real por parte de uma pessoa com a grandeza dele. Triste Brasil , pobres Funcionarios da Varig , sem duvida as vitimas .

A decisão é do vice-presidente do Superior Trib...

veritas (Outros)

A decisão é do vice-presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro Francisco Peçanha Martins, que está no exercício da presidência...

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 29/06/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.