Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Financiamento aliado

MP gaúcho vai investigar desvios em estatais

O Ministério Público do Rio Grande do Sul vai constituir um grupo de trabalho em conjunto com o Ministério Público Especial de Contas e o Ministério Público Eleitoral para acelerar as investigações envolvendo irregularidades em órgãos públicos.

A revelação foi feita pelo Procurador-Geral de Justiça, Mauro Renner, nesta segunda-feira (9/6), depois que ele despachou em seu gabinete com a governadora do estado, Yeda Crusius. A chefe do Executivo colocou à disposição do MP-RS os órgãos de controle interno do governo para ajudar na apuração.

A crise no governo gaúcho eclodiu depois que o vice-governador Paulo Afonso Feijó divulgou uma fita onde o então chefe da Casa Civil do governo estadual, César Busatto, admitia que empresas estatais estavam financiando partidos aliados da governadora Yeda Crusius. Busatto e outros três executivos do governo foram demitidos após a denúncia.

Sobre a visita da governadora, Mauro Renner comentou se tratar de uma ação que só vai fortalecer as apurações. Comentou ainda que a atuação do grupo de trabalho será direcionada para “realização de um trabalho efetivo, com a atuação exclusiva de alguns colegas, priorizando os trabalhos que dizem respeito às investigações de desvio de recursos públicos”.

O Procurador-Geral de Justiça informou ainda que, nos próximos dias, o vice-governador, Paulo Afonso Feijó, deve comparecer ao Ministério Público para dar seu depoimento sobre os fatos ocorridos. “Precisamos com muita serenidade e cautela, expurgando todos os fatos de interesse político e pessoal, chegar a uma conclusão com seriedade e comprovação dos delitos, para dar uma resposta satisfatória ao povo gaúcho”.


Revista Consultor Jurídico, 10 de junho de 2008, 0h01

Comentários de leitores

1 comentário

As prestações de contas do dinheiro público(meu...

LUCIANO (Servidor)

As prestações de contas do dinheiro público(meu dinheiro) é controlado por quém? - pelo Tribunal de Contas. O TCE é orgão estatal, ´logo, fiscalisa pessoas a interesse do Governo. Até mesmo adolesecente sem barba, sabe que notas fiscais frias são derramadas nos TCEs todos os anos. O TCE, por sua atribuição não fiscalisa a veracidade, o que interessa é a contabilidade, ou seja, receita e despesas, é o numero e recetitas foi igual as despesas, então tá tudo sanado. O Ministério Público e sua omissão deixa as coisas a banho maria, isso porque dentro do TCE tem um procurador de contas, e será que não sente pelo 0, 00001% da maladragem. Só de exemplo tem loja de tecidos que vende cimento, tem posto de gasolina que emite nota de venda de carne, tem corsa que presta serviço no transporte de lixo. Basta um servidor atento para olhar isso. E, o gasto com campanha não é diferente, não se pode medir, essas situações, a corrupção aínda impera nesse país, sendo a olho NU

Comentários encerrados em 18/06/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.