Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Regime aberto

Fundadora da Renascer, Sônia Hernandes, deixa prisão nos EUA

A fundadora da Igreja Apostólica Renascer em Cristo, Sônia Hernandes, deixou neste sábado (7/6) a prisão nos Estados Unidos onde cumpriu 140 dias de pena em regime fechado, segundo informou o Jornal Hoje, da TV Globo e a Folha Online.

Sônia se apresentou à Justiça dos Estados Unidos no dia 21 de janeiro deste ano para iniciar o cumprimento da pena. Ela e o marido, Estevam Hernandes, foram condenados a mais cinco meses de prisão domiciliar, mais dois anos de liberdade condicional e multa de US$ 30 mil para cada um. Enquanto ela cumpria pena em regime fechado, Estevam cumpriria a pena em regime domiciliar.

O casal foi condenado em agosto do ano passado pelos crimes de conspiração e contrabando de dinheiro. Os dois foram detidos em 9 de janeiro de 2007 quando entravam nos EUA com US$ 56,4 mil escondidos. Em vez de declarar a quantia, eles informaram que não carregavam mais de US$ 10 mil.

Até a condenação em agosto passado, o casal ficou em liberdade condicional e vigiada: sua circulação estava restrita ao condomínio de luxo em Miami no qual possui residência e alguns lugares da cidade, como consultórios médicos. Todos os seus deslocamentos eram monitorados por um aparelho eletrônico preso ao tornozelo de cada um.

Pela decisão da Justiça norte-americana, Sônia e Estevam deveriam cumprir a pena de reclusão em regime fechado de 140 dias em períodos intercalados. O juiz Federico Moreno, do Tribunal da Flórida, levou em consideração que um deles precisava ficar em casa para cuidar do filho.

A Folha Online procurou a assessoria de imprensa do casal, que confirmou que Sônia deveria deixar a prisão nesta sexta (6/6). A reportagem telefonou para o advogado do casal, Luiz Flávio Borges D'Urso, presidente da OAB-SP, que não atendeu as ligações.

Revista Consultor Jurídico, 7 de junho de 2008, 16h58

Comentários de leitores

4 comentários

Ao mesmo tempo que nos alegramos com a saída da...

Isaar (Professor Universitário)

Ao mesmo tempo que nos alegramos com a saída da Bispa Sônia, não deixamos de nos entristecer com tal situação que, de qualquer forma, é onerosa para ela enquanto pessoa e para a Igreja de Cristo. "Todos pecaram, e carecem da glória de Deus", dizia S. Paulo aos Romanos (3,23). Um dia é um rabino, outro dia é um padre, outro dia é um pastor que ocupa uma página noticiosa, cumprindo infelizmente o que Paulo disse também aos Romanos: "... Como está escrito, o nome de Deus é blasfemado entre os gentios por vossa causa (2,24. Os casos do Rabino Henry Sobel, que tanto fez pelos direitos civis, e da Bispa Sônia, que tem um importante ministério de louvor e de fé, são sinais de que Paulo estava certo também ao dizer: "Aquele, pois, que pensa estar em pé, veja que não caia" (I Co 10,12). Mas não nos esqueçamos de que o sábio apóstolo também escreveu acertadamente: "Tu, ó homem, que condenas aos que praticam tais cousas e fazes as mesmas,pensas que te livrarás do juízo de deus"? (Romanos 2,3).

Em tudo Deus tem propósitos. Várias mulheres ne...

Renato (Contabilista)

Em tudo Deus tem propósitos. Várias mulheres nesse tempo, naquela prisão conheceram a Bispa Sônia e o Deus da Bispa Sônia que cura, liberta, restaura, transforma e salva vidas. Algumas entregaram suas vidas á Jesus Cristo e 4 foram batizadas nas águas. Nesse tempo em que estão no exterior a igreja não deixou de crescer, pelo contrário, expandiu mais ainda, com abertura de igrejas na África, Japão, Itália, etc... Os milagres continuam acontecendo todos os dias ás vitas do mundo todo pela internet www.igospel.org.br, pela rede gospel de rádio FM 90,1 e TV canal 53 UHF. Cultos transmitidos simultâneamente para o mundo todo via satélite, programas de rádio e tv com o Apóstolo. O que diremos a vista dessas coisas? SE DEUS É POR NÓS, QUEM SERÁ CONTRA NÓS! VENHAM RENASCER EM CRISTO! DEUS ABENÇÕE! BOM DIA!

E olha que eram só US$56.000,00. Aqui desviam-s...

J.Henrique (Funcionário público)

E olha que eram só US$56.000,00. Aqui desviam-se milhões e nada acontece!

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 15/06/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.