Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Imprensa na mira

Repórter da ConJur fala, no Canal Brasil, de ações contra a imprensa

O repórter especial do Consultor Jurídico Cláudio Júlio Tognolli é o entrevistado do programa Sem Frescura, apresentado pelo ator Paulo Cesar Peréio, que vai ao ar nesta terça-feira (3/6) no Canal Brasil (canal 66 da Net e da Sky), às 21h30. O programa será reapresentado na quarta-feira (4/6) às 16h30 e no domingo (8/6), 1h.

Tognolli fala sobre processos contra jornalistas e os impactos das novas tecnologias na imprensa tradicional. O ponto de partida para o debate é o levantamento feito pelo ConJur (clique aqui para ler). De acordo com a ONG Artigo 19, que defende a liberdade de expressão, o volume de ações transforma o Brasil recordista mundial de processos contra jornais e jornalistas.

Outro ponto de discussão é a intimidação feita por fiéis da Igreja Universal do Reino de Deus, que ajuizaram dezenas de ações inicialmente contra a jornalista Elvira Lobato e o jornal Folha de S.Paulo, por conta de reportagem sobre os negócios da igreja. “Religiões são vistas pela filosofia moderna como semelhantes a protozoários: instalam-se na cabeça das pessoas, que são guiadas por elas sem saber seus porquês”, diz Tognolli.

O jornalista discorre sobre jornalismo de infiltração como, por exemplo, sua experiência ao ter tentado viver a Bíblia ao pé da letra, por quase três meses, no final de 2007. Por fim, Tognolli também relata as teorias do jornalismo desenvolvidas pelo professor Rosental Calmon Alves, de Austin, no Texas, para quem o público cada vez mais terá o mesmo papel do jornalista: informar e dar relevância a assuntos de interesse público. “O jornalista perdeu a primazia da plataforma: agora o público concorre com ele”, diz.

Revista Consultor Jurídico, 3 de junho de 2008, 16h59

Comentários de leitores

3 comentários

Huahuahuahuauhauha. Mauro, o esquerdófilo alopr...

Nicoboco (Advogado Autônomo)

Huahuahuahuauhauha. Mauro, o esquerdófilo aloprado, dando sua opinião, de relevante interesse público. Mai um ser inferiorizado anticapilista, que agegou conhecimentos no submundo ideológico das universidades brasileiras.

Quem se instalaram na cabeça das pessoas como p...

Mauro (Professor)

Quem se instalaram na cabeça das pessoas como protozoários são os jornalistas.

Jornalista é como "extra-terrestre : não se sub...

A.G. Moreira (Consultor)

Jornalista é como "extra-terrestre : não se submete às leis deste planeta" ! ! !

Comentários encerrados em 11/06/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.