Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Habilitação falsa

40 mil carteiras de motorista estão sob suspeita de fraude em SP

Duzentos agentes da Polícia Rodoviária Federal, em trabalho conjunto com a Corregedoria da Polícia Civil e com o Ministério Público de São Paulo, estão à procura de 21 suspeitos de integrar grupo especializado em falsificar carteiras de motorista. Cerca de 40 mil habilitações estão sob suspeita de fraude. A Operação Carta Branca começou na madrugada desta terça-feira (3/6).

De acordo com a Polícia, 19 pessoas já foram presas. Os detalhes sobre a operação serão apresentados pelo Ministério Público, em entrevista coletiva na tarde desta terça-feira, de acordo com informações da Agência Brasil.

Além dos mandados de prisão, foram expedidos 25 mandados de busca e apreensão de documentos e outros objetos que possam servir de prova dos crimes, praticados, segundo a Polícia Rodoviária Federal, na região metropolitana de São Paulo.

Entre os acusados estão donos de auto-escolas, servidores públicos e responsáveis pelos fornecimentos dos testes de avaliação médica e psicológica, exames necessários para se obter a carta de motorista.

Revista Consultor Jurídico, 3 de junho de 2008, 17h44

Comentários de leitores

1 comentário

A corrupção policial tem chegado a um ponto ins...

silva (Advogado Assalariado)

A corrupção policial tem chegado a um ponto insustentável (se é que existe algum ponto aceitável). A quantidade de delegados envolvidos em casos de corrupção merece uma pronta resposta. Enquanto isso, o Secretário de Insegurança Pública de São Paulo só fala quando há algum fato positivo (quase raros). Há pouco seu secretário adjunto saiu do cargo sob suspeita de corrupção. Há que se elogiar a postura do Secretário de Segurança do RJ, Beltrame, em qualquer querela coloca sua cara a mostra, mesmo que seja para apanhar.

Comentários encerrados em 11/06/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.