Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Previdência dos advogados

OAB faz reunião fechada para discutir destino do Ipesp

A seccional paulista da OAB informou que a reunião que promoverá nesta terça-feira (3/6) para discutir a Carteira da Advocacia do Ipesp (Instituto de Previdência do Estado de São Paulo) é fechada. Só participarão os presidentes e diretores das entidades que discutem o futuro da previdência do estado — além da OAB, a Aasp (Associação dos Advogados de São Paulo), o Iasp (Instituto dos Advogados de São Paulo) e a Associação de Defesa dos Direitos Previdenciários dos Advogados.

A partir desta reunião, as entidades da advocacia pretendem promover uma grande reunião plenária, aberta a todos os interessados para debater algumas soluções consensuais tiradas desse encontro preliminar. As associações vão discutir a lacuna deixada pela Lei Complementar 1.010/07, que criou a São Paulo Previdência (SPPrev) como unidade gestora única do Regime Próprio de Previdência dos Servidores Públicos (RPPS) e extinguiu o Ipesp.

Agora, a advocacia estuda três caminhos: de negociação com o Executivo, no sentido de que a Secretaria da Fazenda passe a gerir a Carteira; com o Legislativo, para que a Assembléia aprove projeto neste sentido; ou o ajuizamento de ação, caso as duas opções não tenham êxito.

A seccional paulista da OAB já pediu urgência na tramitação do Projeto de Lei 183/08, do deputado estadual Hamilton Pereira (PT-SP), que autoriza a Fazenda Pública a assumir a administração da Carteira de Previdência dos Advogados no Ipesp.

Revista Consultor Jurídico, 2 de junho de 2008, 19h56

Comentários de leitores

2 comentários

Posso estar equivocado, mas me surpreenderia qu...

misael jr. (Advogado Assalariado - Civil)

Posso estar equivocado, mas me surpreenderia que a OAB/SP e a AASP se empenhassem no assunto uma vez que mantém um "novo" produto previdenciário à disposição dos advogados filiados. Se o IPESP tornar-se novamente viável seria concorrência para sua carteira. De qualquer maneira desejo uma solução ao IPESP em consideração àqueles que contribuíram décadas a fio. Os que começaram à pouco contribuir para o IPESP... lamento. Não vejo como salvar a carteira sem o contribuinte colocar (forte) a mão no bolso desviando diametralmente da proposta inicial no momento da adesão que guardava uma proporcionalidade, entre a contribuição e o benefício, inimitável no mercado previdenciário.

Que Deus nos ajude desavisados contribuintes do...

amigo de Voltaire (Advogado Autônomo - Civil)

Que Deus nos ajude desavisados contribuintes do IPESP, particularmente nao acredito na OAB, no IASP E AASP e todos os outros asps, po que simplesmente permitiram que a coisa chegasse onde chegou; agora que Inês é morta tentam fingir que a ressucitam, no claro trabalho de manter as aparências, mas, no caso, as aparências nao enganam mais.......

Comentários encerrados em 10/06/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.