Consultor Jurídico

Comentários de leitores

37 comentários

Advogado que alegar "risco de fuga" no caso des...

Júnior Brasil (Advogado Autônomo - Consumidor)

Advogado que alegar "risco de fuga" no caso desse banqueiro ladrão e fujão é um cara-de-pau. Mas às vezes os honorários compensam toda essa sacanagem...rs. O incrível é ter a certeza de que quando isto cair nas mãos do Gilmar, que é nada mais do que um advogado indicado ao STF, ele vai mandar soltar e o fujão vai fugir de novo.

interessante nossa justiça. O cacciola fica pr...

dinarte bonetti (Bacharel - Tributária)

interessante nossa justiça. O cacciola fica preso por 10 meses na Europa, e ninguem por la ficou revoltado. No entanto, no Brasil, o Ministro Mendes, baseado em ensinamentos do ilustre ministro Marco Aurelio Mello, o autor do HC que deu ao nosso pais imenso prejuizo para conseguir repatriar Cacciola, o ministro Mendes faz soltar o ilibado Sr. Dantas. dez meses contra dez horas. Isso dá a medida de quanto nosso judiciario ainda esta nas trevas. A diferença é tao gritante, que o Cacciola so poderia entrar no Brasil como o fez: sorrindo.

O Cacciola já fugiu uma vez, pois lhe foi permi...

PAULO FRANCIS (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

O Cacciola já fugiu uma vez, pois lhe foi permitido responder o processo em liberdade. Fugirá certamente outra vez. Revogar sua preventiva é esquecer estes fatos.

...trecho da decisão de 1ºgrau - do juiz Abel F...

Robespierre (Outros)

...trecho da decisão de 1ºgrau - do juiz Abel Fernandes Gomes, da 6ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, que foi combatida pelo M.A.Mello no famoso HC de soltura: ..."a magnitude da lesão ocorreu num cenário sócio-econômico em que se impõe toda sorte de sacrifícios à esmagadora maioria da população brasileira, com todo tipo de privações, carências, perdas, opressões e desalento, ao passo que se concebe a utilização de vasta quantia de dinheiro público para salvar instituições financeiras que operavam de forma temerária e fraudulenta e sem razões legais e concretas para fazê-lo".

O acusado deveria ser algemado e exibido à exec...

SANTA INQUISIÇÃO (Professor)

O acusado deveria ser algemado e exibido à execração pública, pois só assim os potenciais fraudadores pensarão duas vezes antes de trilhar o mau caminho. O povo, além do mais, tem direito à informação sem qualquer restrição. AVANTE PF!

Isso é um absurdo! Vão exibí-lo sem algemas no ...

Ronaldo dos Santos Costa (Advogado Sócio de Escritório)

Isso é um absurdo! Vão exibí-lo sem algemas no Jornal Nacional? Sem pijamas também? Só falta proibirem as armas de guerra, as dezenas de viaturas da PF com suas sirenes e giroflex e, o que é pior: o César Tralli de exibir com exclusividade! Como ficará a imagem da PF? Isso é um ultraje! Será que o Juiz Recalcitrante não pode contornar essa decisão do STJ? Alguém já tentou falar com ele? Não podemos aceitar isso! Prisão sem escracho não é prisão!

Algema e camburão no Brasil é coisa para pobre....

http://corrupcaoepolitica.blogspot.com/ (Estudante de Direito)

Algema e camburão no Brasil é coisa para pobre. Alguém duvida? www.corrupcaoepolitica@blogspot.com

Estou com muita pena do vag, digo, do inocente ...

Fftr (Funcionário público)

Estou com muita pena do vag, digo, do inocente Cacciola. Pena mesmo que o processo internacional foi tão rápido, só dez meses. Poderia ter demorado pelo menos uns 10 anos, seria a única certeza que o condenado Cacciola iria ficar um tempo atrás das grades. Agora com certeza todos os pedidos dele serão acatados pelo soltador maior. O cara é tão cara de paú que admitiu ter errado, não se arrependendo dos seus crimes, mas de ter vacilado em passear em Monaco. É o fim da picada! E o outro vem falar em César.

Coitado desse moço!! O crime dele foi ter ido p...

Bertolão (Advogado Autônomo - Dano Moral)

Coitado desse moço!! O crime dele foi ter ido passar férias em Mônaco, gente!!! Que absurdo!!! Esse maldito deveria ter vindo de cara no piso frio de um búfalo da FAB e não num avião comercial! Por ter dinheiro, instrução, berço, deveria receber punição EXEMPLAR, pois nenhum motivo tinha para delinquir. Agora o infeliz que toma um chopp e dirige pode ser algemado? Já deveria ter sido embarcado com o uniforme amarelo, usado nos CDP's de SP...

...e chegou dizendo ser incocente e que não hav...

Robespierre (Outros)

...e chegou dizendo ser incocente e que não havia fugido de Banânia... ...cara-de-pau como os demais quadrilheiros protegidos por "adEvogados" de grife. ...deu para notar que não tinha ninguém do supremo para recepcioná-lo.

É isso aí! Escrachem-no! Algemas nele! ...

Comentarista (Outros)

É isso aí! Escrachem-no! Algemas nele! Humilhem-no publicamente! E com cobertura ao vivo pela Rede Globo! Aproveitem também para resuscitar César - sepultado em Roma - para fazer parte dos justiceiros. Mas talvez com ele também venha o Nero, sabiam? Hehehe... Com a palavra, os discípulos de César!

"Mais um anjo sendo injustiçado!!"

ANS (Advogado Autônomo - Previdenciária)

"Mais um anjo sendo injustiçado!!"

Essa conjur...os pessoal deve estar dando pulo ...

Bob Esponja (Funcionário público)

Essa conjur...os pessoal deve estar dando pulo de alegria: - Não algemaram o Cacciola, Não algemaram o Cacciola...parem as máquinas, que notícia boa!!!! Tenho vergonha deste "direito" que é ensinado no brasil, produziu juristas alienados. Para nossos juristas o codenado esta fazendo um grande favor a submeter a pena imposta pelo estado. O condenado tem direitos e exigências e o estado; lesado duas vezes, já que gastou uma fortuna para trazer de volta este Zé; tem que aceitar tudo e agradecer no final. O rio de janeiro já sofre os efeitos da lei penal "democrática e republicana" brasileira, mataram dois pm, com fuzil, no leblon em plena luz do dia. Quem planta, colhe

Nossa, só falta dizer que o Cacciola não ser al...

Mauro (Professor)

Nossa, só falta dizer que o Cacciola não ser algemado é um grande avanço para o Estado Democrático de Direito. Eita país de merda esse Brasil!!

"Cacciola estava foragido do país desde 2000, q...

Marcos de Moraes (Advogado Autônomo - Criminal)

"Cacciola estava foragido do país desde 2000, quando deixou o país e se refugiou em Milão, na Itália, onde nasceu". Conjur poderia fornecer cópia dos argumentos do HC e decisão para ser possível entender ?

ALGEMA NELE, ALGEMA NELE, ALGEMA NELE. TODOS SÃ...

barbosa (Outro)

ALGEMA NELE, ALGEMA NELE, ALGEMA NELE. TODOS SÃO IGUAIS PERANTE A LEI. ALGEMA NELE, ALGEMA NELE, ALGEMA NELE. TODOS SÃO IGUAIS PERANTE A LEI. ALGEMA NELE, ALGEMA NELE, ALGEMA NELE. TODOS SÃO IGUAIS PERANTE A LEI.

...poderiam providenciar tropa para prestar con...

Robespierre (Outros)

...poderiam providenciar tropa para prestar continência e banda para tocar o "ouvirodu". Quem sabe algum ministro de estado (por que não do STF?) para recepcioná-lo?

Essa história toda é lamentável, começando pelo...

Axel Figueiredo (Outros)

Essa história toda é lamentável, começando pelo HC do Marco Aurélio e culminando com o "atendimento" dos desejos do condenado ilustre. Não estranharei, infelizmente, se a condenação dele vier a ser, de alguma forma, reformada. Depois reclamam quando se diz que há tratamento vip para réus ilustres.

Este é o país dos solta-bandidos mesmo, do Gilm...

Hamil MT (Bacharel)

Este é o país dos solta-bandidos mesmo, do Gilmar Mendes - que defende os direitos e garantias dos grandes criminosos. O cara é condenado, se não for solto PELO STF esta semana, vai ficar + ou - 1 ano na cadeia( por causa de lei de execução penal inepta), para poder, posteriormente, continuar desfrutando do dinheiro dos trouxas brasileiros.Agora, não pode algemar, que Justiça fraca e inoperante, INUTIL, principalmente STJ e STF;

...a situação da Banânia poderá ficar pior pera...

Robespierre (Outros)

...a situação da Banânia poderá ficar pior perante a comunidade internacional, se os gilmares da vida soltarem o pobrezinho do gângster que está chegando. Vários países se esforçaram para entregá-lo à Banânia, mas é bem possível que bata asas...

Comentar

Comentários encerrados em 24/07/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.