Consultor Jurídico

Notícias

Embriaguez ao volante

Legislador não alcançou seus objetivos com a lei seca

Comentários de leitores

10 comentários

Discordo dos leitores que entedem ser a lei inc...

Nicoboco (Advogado Autônomo)

Discordo dos leitores que entedem ser a lei inconstitucional. Sob um prisma jurídico, é possíel declará-la constitucional. Claro que o argumento da redução das mortes, de per si, não é todo suficiente para validar ou invalidar a Lei. Creio que ela atende, em primeiro lugar, a um interesse público. Para aferir isso (que é um conceito permeado de subjetivismos), nada melhor que trazer à luz pesquisa de opiniao em que a esmagadora maioria da população aprova a lei. Bom, quem não aprova a lei são uma penca de advogados e motoristas beberrões que se acham no direito, por se julgarem conscientes no volante, de beber uma dose de vinho e voltar para casa dirigindo. Com efeito, a lei não distingue o motorista consciente (que mesmo com pequena ingestão de álcool não se transforma em perigo ambulante) e o incosenquente. Na prática isso é impossível de ser aferido. É uma questao parecida com a vedação do porte de arma (tanto a cidadãos de bem como aos bandidos são proibidos o porte). É um preço talvez que pagamos para atender uma necessidade urgente: evitar que motoristas se transformem em perigo no volante. Todos devem obedecer a lei, sujeitar-se ao bafômetro. Isso, se bem fiscalizado e aplicado, pode ser constitucional.

Há a necessidade dos donos de bares em lucrarem...

RI3EIRO (Outros)

Há a necessidade dos donos de bares em lucrarem e pouco estão preocupados se haverá consquências desagradáveis para os outros eles querem seus lucros.

Se o judiaciário for rigoroso e seguidor diante...

RI3EIRO (Outros)

Se o judiaciário for rigoroso e seguidor diante de suas responsabilbidades, certamente o país melhora. Certas coisas não dar certa porque o judiciário é enrolado pelos advogados e seguem a politicagem da oab. Não sou político, nem advogado, nem do poder executivo, mas vejo a necessidade que os advogados têm em sempre por a culpa nos outros quando estes têm a sua parcela de culpa e pouco colaborarm, e sempre estão dispostos em defender por dinheiro.

Que a lei tem falhas e exacerbado rigorismo é e...

Comentarista (Outros)

Que a lei tem falhas e exacerbado rigorismo é evidente e não restam dúvidas. A apreensão da carteira de habilitação de um pai de família que ingeriu alguns copos de cerveja ou vinho e não estava conduzindo seu veículo perigosamente ou colocando em risco a incolumidade pública é um dos exemplos. A multa, também neste caso, idem. E a prisão pela simples ultrapassagem do "quantitativo permitido", idem (para quem não se lembra, até o advento da nova lei era permitido conduzir com até seis decigramas de álcool no sangue, o que hoje pode levar à prisão sem mesmo o condutor representar qualquer perigo de dano na condução de seu veículo). No entanto, já estava mais que na hora de se encontrar uma solução para o grave problema dos irresponsáveis que bebem demasiadamente e fazem de seus veículo verdadeiras armas letais. Alguém se lembra, por exemplo, de um determinado promotor de justiça (sic) que, embriagado e na contra mão de um trevo de uma rodovia, atropelou e matou toda uma família (pai, mãe e uma pequena criança)?!? Então, com o tempo, creio que os exageros injustificáveis da nova lei cairão por terra (ao menos, após vencida a fase dos "holofotes" e da "pirotecnia" de sempre, os policiais certamente deverão agir com bom senso e razoabilidade nas abordagens dos veículos, parando somente os condutores que realmente estão conduzindo perigosamente ou imprudentemente), ajustes legais serão feitos e lei haverá de alcançar seu mais nobre objetivo, que é o de contribuir para a diminuição dos acidentes de trânsito e das tristes vidas inocentes ceifadas em razão dos mesmos. Essa é, data vênia, a minha opinião.

Preliminarmente, texto de conteúdo pertinente, ...

George Rumiatto Santos (Procurador Federal)

Preliminarmente, texto de conteúdo pertinente, apesar de erros de grafia e emprego sofrível de vírgulas, o que atrapalha a leitura. Logo mais o STF irá costurar esses trapos chamados de Lei Seca, pois já existe ação vinda dos donos de bares e restaurantes. Como sempre, o legislador faz besteiras (ou se omite), e precisamos do Judiciário para salvaguardar nossos direitos. Por enquanto, nada de chopp no happy-hour, nem vinho no restaurante com a esposa. Responder a processo-crime por uma bobagem dessas seria muito ridículo, mas pode trazer conseqüências desagradáveis. Apesar de ser uma intervenção estatal descabida e autoritária, é melhor evitar.

O artigo em questão é uma verdadeira ...

hammer eduardo (Consultor)

O artigo em questão é uma verdadeira aula para todos. Muitos boas as colocações do AG.Moreira e show de bola a do Carranca. Na realidade esta lei é mais uma dessas barbaridades paridas pelo des-governo com fins eleitoreiros e para beneficiar grupos especificos , no caso a corrupta , despreparada e violenta PM. A legislação draconiana ficou acima de padrões exigidos ate nos Estados Unidos. As penalizações abrem um leque fantastico de propinas a serem arrancadas a forceps da População ordeira que agora TAMBEM fica impedida de tomar um inocente chopinho ou uma taça de vinho. Nesse democratico espaço sempre pululam evangelicos e outras categorias que desaprovam qualquer tipo de bebida mas convem não generalizarem suas linhas de pensamento pois é exatamente isto que o ESTADO PARASITA deseja que façam. Não vejo crime num simples chopp ao mesmo tempo que NÃO ACEITO a equiparação de todos com meia duzia de pinguços que causam tragedias de forma contumaz, para esses a cadeia e chave no lixo de preferencia. Continuo dizendo que o mais bizarro esta nova lei é justamente o fato de ter sido sancionada pelo mais notorio "pau d'agua" da Nação na figura patetica do lulinha pinga e amor. O Brasileiro tem que se conscientizar de seus direitos e enquanto esses messias de boteco como o desconhecido deputado hugo leal , ex-diretor daquele primor de credibilidade publica que é o Detran do Rio de janeiro. A atual maneira grosseira de manipular estatisticas é outro ponto grave. Obvio que com a implantação da "lei do achaque" , os indices de atendimento hospitalar vão diminuir , se proibissemos os carros de circularem , diminuiria mais ainda. O mundo perfeito seria o de proibirmos as pessoas de sairem de casa , ai a conta zera!

A única mudança que esta "lei" está trazendo, é...

A.G. Moreira (Consultor)

A única mudança que esta "lei" está trazendo, é colocar na cadeia o cidadão que tomou, qualquer quantidade, de álcool , no lugar dos assassinos, bandidos, ladrões, assaltantes, sequestradores e corruptos, porque não há, mais, lugar na cadeia para estes ou a justiça e a turma dos direitos humanos, avalia que o ambiente carcerário, não é , dignamente, confortável ! ! !

Nenhum ato extremo pode ser considerado benéfic...

carranca (Bacharel - Administrativa)

Nenhum ato extremo pode ser considerado benéfico. Ñ podemos admitir ou assumir, q/ "leis pqns" sejam superiores aa Constituição Federal... devemos, sim, imperativa/e, "devemos" coibir esses alegados "legisladores" q/, em ato eleitoreiro, apenas pensando nesse objetivo, determinam oq o povo deve fazer, comer, beber, hora de se deitar, oq podem ler, assistir, ouvir, qdo poderão ir ao banheiro ... estaremos em tempos de Ditadura Alienisante, c/o muito bem ilustrada nos livros "Admirável mundo novo" e, no célebre "1.984" ? Acabou-se o sonho do "Estado de Direito"; esses são os legisladores q/ autorizamos aa nos comandar Sem futuro! Antes de finalizar: os efeitos são muito interessantes, a diminuição de mortes e sequelas do trânsito são notórias, oq me bato é contra a forma p/ se conquistar tal. Pena pois, sempre tive comigo o anseio de q/ as faces da mesma moeda "Pão e, Circo" iriam desintegrar-se e, brotar-se no povo o Nacionalismo consciente Pena pois, este país maravilhoso tem td p/ assumir seu real espaço mundial... em realidd somos, há muito, país de 1º Mundo, quiça o mais poderoso deles... somos expoliados, aviltados, sugados há centenas de anos e, ainda ñ quebramos, necessário se faz analisar-mos esse detalhe Acordem brasileiros, ñ se deixem levar pelos ditamos do "Gerson", vantagens são mortais Luiz Fernando Rego Carranca

Esta é a qualidade dos legisladores que nós ele...

Mauro (Professor)

Esta é a qualidade dos legisladores que nós elegemos livremente para elaborar leis para nós. Tenho para mim que boa parte deles sequer leu uma vez a CF/88 e nós continuamos votando nestes que são bons naquilo que mais deles se exige, a politicagem.

O folclórico ministro Mangabeira Unger, da past...

Láurence Raulino (Outros)

O folclórico ministro Mangabeira Unger, da pasta de "Assuntos Estratégicos", tem séria e preocupante razão quando observa que no Brasil há uma fortíssima corrente de opinião pretendendo transformar o Brasil em uma "Suécia tropical". Ele fala isso pelo tratamento histérico que é dado pelo Estado brasileiro à questão ambiental, mas a lei seca também pode fazer parte dessa visão tupininquim, que busca ir de um extremo ao outro, quando buscam acabar com o país da esculhambação no país em que amanhã poderá vir a ser crime "peidar em público", dentro de um elevador, por exemplo. Será crime ambiental, ou ilícito contra a saúde pública. É muita estupidez.

Comentar

Comentários encerrados em 15/07/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.