Consultor Jurídico

Desvio de selos

PF indicia 14 acusados na investigação sobre desvio de selos

Por 

A Polícia Federal divulgou, na noite de terça-feira (29/1) que já indiciou 14 pessoas na investigação que apura o desvio de selos na Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul. Entre os crimes praticados estão: corrupção ativa, passiva, peculato, formação de quadrilha e uso de documento falso. Na última sexta-feira (25/1), o assessor de um deputado estadual prestou depoimento na Superintendência da Polícia Federal e foi indiciado por peculato.

De acordo com comunicado da PF, “policiais federais também cumpriram mandado de busca e apreensão em um escritório de contabilidade que prestava serviço à empresa MR Entregas, arrecadando documentos referentes à empresa e a alguns dos investigados”.

Nos próximos dias, a Polícia Federal irá retirar as 36 fitas com arquivos de e-mails retidas na Assembléia Legislativa, que serão encaminhadas à perícia. O procedimento de busca por palavras-chave relacionadas aos investigados e ao desvio de selos será feito por meio de um software que está sendo adquirido pela Polícia Federal. A data de conclusão do inquérito está prevista para 16 de março.




Topo da página

 é repórter especial da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 30 de janeiro de 2008, 11h01

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 07/02/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.