Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Dólares na mala

Casal Renascer responde no Brasil por evasão de divisas

O juiz Márcio Rached Millani, da 6ª Vara Federal Criminal de São Paulo, acolheu denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal contra Sônia e Estevam Hernandes, líderes da Igreja Renascer. Os dois responderão por evasão de divisas. A Igreja Renascer em Cristo divulgou nota na qual afirma que “não procede” a acusação do MPF.

Sônia e Estavam Hernandes foram presos no aeroporto de Miami, Estados Unidos, em janeiro de 2007. O casal entrou no país alegando que não levava moeda americana. Depois, segundo a denúncia do Ministério Público Federal, a bagagem foi revistada e a Polícia encontrou US$ 56 mil com o casal, escondidos entre os pertences.

Nos Estados Unidos, eles já foram condenados pelo crime de “contrabando de dinheiro” e cumprem pena de reclusão. De acordo com o advogado do casal, Luiz Flávio Borges D’Urso, os valores citados na denúncia oferecida à Justiça brasileira “foram devidamente declarados, tendo sido recolhidos todos os impostos a eles referentes”.

“A acusação não procede, o que será demonstrado no decorrer da ação, até porque o problema enfrentado pelo casal nos Estados Unidos já foi alvo de acordo no governo americano, o que resultará na resolução definitiva daquele problema, não devendo ter ele qualquer repercussão adicional no Brasil”, afirma D’Urso.

No Brasil, segundo a Lei 9.069/95, tanto na saída, quanto na entrada em território nacional, é obrigatório declarar à Receita Federal o porte de moeda estrangeira em valor superior a R$ 10 mil. Segundo informações obtidas pela Receita Federal pelo MPF, nem Sônia, nem Estevam Hernandes declararam no aeroporto de Cumbica, quando embarcaram, que portavam quantia superior à permitida.

No momento, Sônia Hernandes cumpre pena de reclusão de 140 dias. Estevam cumpre prisão domiciliar. Após o cumprimento da pena, o casal entra em condicional, que durará dois anos, período no qual eles têm de permanecer nos Estados Unidos.

Leia a nota da Renascer

Em nome de seus líderes espirituais, o Apóstolo Estevam Hernandes e a Bispa Sonia, a Igreja Renascer em Cristo afirma que está surpresa com inquérito federal anunciado à imprensa, do qual não tinha conhecimento

São Paulo, 30 de janeiro – A Igreja Apostólica Renascer em Cristo, em nome de seus líderes, esclarece que:

1 — Não tinha conhecimento de tal inquérito;

2 — Os valores citados, e objeto do inquérito, foram devidamente declarados, tendo sido recolhidos todos os impostos a eles referentes, no Brasil;

Com relação à questão jurídica e de andamento processual, o advogado do casal, Dr. Luiz Flávio Borges D’Urso, faz questão de esclarecer: “A acusação não procede, o que será demonstrado no decorrer da ação, até porque o problema enfrentado pelo casal nos Estados Unidos já foi alvo de acordo no governo americano, o que resultará na resolução definitiva daquele problema, não devendo ter ele qualquer repercussão adicional no Brasil”.

Revista Consultor Jurídico, 30 de janeiro de 2008, 16h35

Comentários de leitores

18 comentários

AQUI no Brasil como diz o senhor advogado da 'd...

futuka (Consultor)

AQUI no Brasil como diz o senhor advogado da 'dupla' ou melhor do casal (proprietários) da igreja em questão nada vai acontecer mesmo que eles queiram, afinal estão com um 'negócio da china', para se dar bem eu entendo que ELES estão no caminho certo. Já falaram nos EUA. Fala Brasil!.. fala mp(?)

Alô, Sr. "comentarista" , O grande probl...

A.G. Moreira (Consultor)

Alô, Sr. "comentarista" , O grande problema dos "protestantes" é que, todos, descendem do "excomungado" , que traiu todos os juramentos que fez a Deus e à Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo ! ! ! Quanto à sua menção de que Jesus fazia o que fazia, com 12 anos, faz parte da ignorância de quem O compara com um sêr humano , pois de humano Ele, tinha, somente, a aparência vizível, enquanto em idade, Ele sempre foi, porque, sempre existiu ! ! !

Prof. Henrique, Boa tarde, comigo tudo bem gra...

dalves (Outros)

Prof. Henrique, Boa tarde, comigo tudo bem graças a Deus. Partilho da sua opinião. Acabei colocando a palavra suposta, mas sei que eles foram condenados nos EUA e em diversos processos por aqui tbm. Eu só acho que se dá mta midia para qdo essas coisas ruins acontecem com evangélicos, ao passo q com as outras religiões não. Só isso. Deveria ser mostrado a face pobre de todas as religões do mesmo jeito e não imparcial da maneira que é.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 07/02/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.