Consultor Jurídico

Comentários de leitores

7 comentários

Impressionante !!!! Carros luxuosos e "blindad...

jabuti (Advogado Autônomo)

Impressionante !!!! Carros luxuosos e "blindados"(como as autoridades que usufruem dos produtos do crime - ou não são?)são destinados ao exclusivo uso destas, seres que esquentam as cadeiras dos gabinetes, em funções burocráticas, enquanto o policial que entra nas áreas de risco e se expõe ao perigo real de ser alvejado, tem à sua disposição, um mero veiculo 1000 cc. A propósito, a caixa preta destes abusos está sendo aberta (ver o endereço: http://www.fenapef.org.br/htm/com_noticias_exibe.cfm?Id=52079 * Opinião pessoal: produto de crime não deve ser tributado, "usado", adquirido ou outra destinação que não seja o leilão em prol do tesouro estatal, que possui controle para detectar desvios.

já vi esse filme outras vezes e nada aconteceu,...

Murassawa (Advogado Autônomo)

já vi esse filme outras vezes e nada aconteceu, senão vejamos o caso do Município de Itaquaquecetuba que a + - dois anos foi denunciado funcionarios da Delegacia local uzando veículos apreendidos como se fossem seus e nada aconteceu até hoje. sei do que estou falando porque moro nas imediações.

O 'engraçado' são as centenas de carros apreend...

futuka (Consultor)

O 'engraçado' são as centenas de carros apreendidos onde alguns ficam a disposição para o devido uso do serviço público, transporte ou transportar o servidor(área de segurança) a princípio é para um bom uso. Senão fica a disposição de quem(?)Se 'largado' em algum local(ou em pátio)pré-determinado, com o desuso sofre os danos naturais das intempéries até finalmente não servir a mais nada ou ninguém. Portanto o uso de forma responsável dos veículos apreendidos de 'quadilhas' é sem dúvida indispensável, até porque só vem somar. Quanto ao fato veiculao tenho certeza tratar de 'perseguição', por ser o mesmo um excelente profissional e não precisa mostrar que está usando 'tal' veículo para parecer 'maior'!

Otavinho Rossi, voce é mesmo um diplomata, um v...

Francisco Lobo da Costa Ruiz - advocacia criminal (Advogado Autônomo - Criminal)

Otavinho Rossi, voce é mesmo um diplomata, um verdadeiro lorde ingles em suas manifestações e aparições em público. Posso lhe falar uma coisa? O que está noticiado é uma verdadeira palhaçada, vai ser novamente um ato de depositar dinheiro público em vaso sanitário, para encobrir todos os desmandos por todos vivenciados. Até parece que há no governo algum exemplo de austeridade, a não ser o chefe, que não percebe nada.

As divulgações da imprensa compreendem as razõe...

Luiz Carlos de Oliveira Cesar Zubcov (Advogado Autônomo)

As divulgações da imprensa compreendem as razões do lobo. É difícil imaginar que o Dr. Renato tenha cometido deslize tão primário, por isso, é preciso conhecer a sua defesa antes de condenações açodadas. Entretanto, é inegável que o DPF, constituído por uma alcatéia faminta – que assim o fosse toda administração pública, principalmente a classe política – não transige com a ilegalidade, chamando a atenção para a conduta do seu ex-diretor-geral que até o momento se apresenta como o exemplo da infalibilidade humana.

Dijalma Lacerda. No caso pode ter ocorri...

Dijalma Lacerda (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Dijalma Lacerda. No caso pode ter ocorrido, EM TESE, o crime de peculato de uso . Poder-se-ía até mesmo considerar-se peculato pura e simples, a tomar-se em conta o desgaste do veículo, a desvalorização pela acumulação de quilometragem, etc. etc.. Repito, EM TESE ! Conheço de nome o Dr. Porciúncula, se é que se trata do mesmo que passou por Foz do Iguaçu/PR; não o conheço pessoalmente, e sim apenas de nome e de leitura de despachos seus. Até onde sei, cuida tratar-se de pessoa honesta, honrada, aliás guardiã da moralidade, o que ficou demonstrado por seu trabalho em Foz do Iguaçu/PR., causando-me, portanto, elevada perplexidade a acusação ora levada a público. Bem, cabe aos cautelosos e verdadeiros amantes da Justiça, aguardar detida apuração, o que se augura.

Se o juiz autorizou, não há nada que se possa ...

Rossi Vieira (Advogado Autônomo - Criminal)

Se o juiz autorizou, não há nada que se possa fazer contra o Delegado. A não ser enquadrar o magistrado na mesma Lei. Se é que entendi a notícia. Otávio Augusto Rossi Vieira, 41 Advogado Criminal em São Paulo

Comentar

Comentários encerrados em 31/01/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.