Consultor Jurídico

Olho gordo

Suplente pede para ser parte em processo contra infiel

Primeiro suplente da coligação que elegeu o deputado federal Jurandy Loureiro Barroso (PSC-ES), Lucínio Castelo de Assumção (PSB) solicitou ao Tribunal Superior Eleitoral que seja incluído como parte interessada no processo que pede a cassação do parlamentar capixaba por infidelidade partidária.

A petição contra Jurandy Barroso foi apresentada, inicialmente, por Mário Marcelo Dal Col e será relatada no TSE pelo ministro Gerardo Grossi.

Segundo Dal Col, o parlamentar foi eleito por coligação que englobava o PSC, partido ao qual era filiado. Em fevereiro de 2007, filiou-se ao PAN, o partido dos aposentados. Após a incorporação do PAN pelo PTB, Jurandy Loureiro filiou-se ao PTB até 12 de julho de 2007, quando retornou ao PSC. Ou seja, depois de mudar de legenda três vezes, Barroso voltou a exercer o mandato pelo partido que o elegeu.





Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 9 de janeiro de 2008, 12h40

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 17/01/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.