Consultor Jurídico

Milionário da Mega-Sena

Filha do milionário da Mega-Sena é nomeada inventariante

A filha de René Senna, milionário da Mega-Sena morto em 2007, foi nomeada nessa terça-feira (8/1) a nova inventariante de seu espólio. A decisão que nomeou Renata Almeida Sena foi tomada pela juíza Cristiana Aparecida de Souza Santos, da 1ª Vara de Rio Bonito (RJ).

Em relação ao pedido feito pela viúva de René, Adriana Ferreira Almeida, para liberação de recursos necessários à conservação dos bens a serem inventariados, a juíza decidiu que as providências deverão ser tomadas pela inventariante.

Ainda de acordo com a decisão, os valores somente serão liberados mediante a apresentação de todos os documentos comprobatórios. A nomeação vale a partir da publicação no Diário Oficial do Poder Judiciário.

René Sena foi morto no dia 7 de janeiro de 2007, em um bar no município de Rio Bonito. O milionário bebia e conversava com amigos, quando dois homens desceram de uma moto e dispararam quatro tiros. A viúva Adriana Ferreira Almeida foi acusada de ser a mandante do assassinato. Segundo a denúncia, a viúva teria oferecido recompensa a cinco cúmplices para executar o crime. Ela teria agido motivada pela suspeita de que o marido pretendia terminar o relacionamento e excluí-la do testamento.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 9 de janeiro de 2008, 0h00

Comentários de leitores

7 comentários

Os "herdeiros" estão chorando de felicidade.

Luís da Velosa (Bacharel)

Os "herdeiros" estão chorando de felicidade.

Corrigindo a chamada da matéria: "Filha de René...

Pedro Pinto (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Corrigindo a chamada da matéria: "Filha de René Senna é nomeada por juíza para fazer inventário", ou melhor, Juíza nomeia filha de René Senna para fazer inventário". A manchete atraiu muita gente...acho que todos pensaram o mesmo que eu pensei...

Concordo com os comentários anteriores: somente...

Sergio Battilani (Advogado Autônomo)

Concordo com os comentários anteriores: somente me interessei e abri a notícia esperando o absurdo da juíza ter nomeado sua própria filha!

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 17/01/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.