Consultor Jurídico

Oitava praga

PF leva inquérito contra jogo ilegal à Justiça gaúcha

Por 

A Delegacia de Polícia Federal de Caxias do Sul (RS) entregou na quarta-feira (2/1) à Justiça Federal o Inquérito Policial 328/2007, que trata da Operação Oitava Praga. O documento encerra um trabalho de dois anos, no qual foram identificadas, mapeadas e desarticuladas seis supostas organizações criminosas que tinham como foco principal a exploração de jogos de azar, pelo uso de máquinas caça-níqueis montadas com peças trazidas irregularmente para o país.

A Operação, deflagrada no dia 3 de dezembro de 2007, teve o seguinte resultado: 64 mandados de busca e apreensão cumpridos; 51 pessoas presas; 72 pessoas indiciadas por contrabando, facilitação ao contrabando, corrupção, violação de sigilo e lavagem de dinheiro. Entre os indiciados estão 12 Policiais Civis, dois Policiais Militares, um Policial Federal e diversos advogados; 75 veículos seqüestrados.

Os policiais apreenderam ainda cerca de R$ 1 milhão em dinheiro; 1.643 máquinas caça-níqueis e milhares de peças e componentes para máquinas caça-níqueis. Foi pedido o seqüestro de 64 imóveis (terrenos, casas, apartamentos e lojas comerciais). Apesar da remessa à Justiça, informa a PF,outras diligências ainda serão feitas, com foco especial na identificação do patrimônio dos indiciados.




Topo da página

 é repórter especial da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 5 de janeiro de 2008, 15h39

Comentários de leitores

1 comentário

A partir do momento que começarmos a punir os p...

Matheus (Estudante de Direito - Criminal)

A partir do momento que começarmos a punir os policiais corruptos e premiar financeiramente os que se destacarem eticamente, as taxas de criminalidade reduzirão gradativamente, a exemplo da "Big Apple".

Comentários encerrados em 13/01/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.