Consultor Jurídico

Ordem repetida

Salvatore Cacciola tenta revogar um dos mandados de prisão

Por 

Leia o pedido de HC

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DESEMBARGADOR FEDERAL PRESIDENTE DO EGRÉGIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 2ª REGIÃO, DOUTOR JOAQUIM ANTÔNIO CASTRO AGUIAR.

RÉU PRESO

O advogado CARLOS ELY ELUF, brasileiro, casado, inscrito na Seccional Paulista da Ordem dos Advogados do Brasil sob o nº 23.437, com endereço profissional na Avenida São Valério, nº 73, Cidade Jardim, São Paulo, Capital, vem, respeitosamente, à presença de Vossa Excelência, com fundamento nos artigos 5º, incisos LXVIII, e 108, inciso I, alínea “d”, da Constituição Federal e artigos 647 e 648, inciso I, do Código de Processo Penal, impetrar

ORDEM DE HABEAS CORPUS COM PEDIDO LIMINAR

em favor de SALVATORE ALBERTO CACCIOLA, brasileiro naturalizado, separado judicialmente, economista, contra ato do Excelentíssimo Senhor Juiz Federal da 2ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, Doutor Alexandre Libonati de Abreu, que determinou a expedição de mandado de prisão preventiva em desfavor do Paciente, nos autos do Processo nº 99.0047916-5, para garantia da aplicação da lei penal, bem como pelos relevantes fatos e motivos a seguir expostos.

Requer, ainda, seja oficiada a autoridade coatora para dar as respectivas informações e do processamento aguarda prosseguimento.

Por fim, requer a inclusão do nome deste subscritor, na contracapa destes autos, visando o recebimento de intimações, despachos e data para o julgamento deste writ, via Imprensa Oficial, pois, eventualmente, poder-se-á realizar a respectiva sustentação oral. Tal solicitação é perfeitamente cabível, garantindo, assim, a ampla defesa do Paciente.

RAZÕES DA IMPETRAÇÃO

Excelentíssimo Desembargador Federal Presidente,

Nobre Desembargador federal Relator,




Topo da página

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 11 de fevereiro de 2008, 20h24

Comentários de leitores

1 comentário

Pode deixar que Dr. Marco Aurélio "quebra o ga...

Zerlottini (Outros)

Pode deixar que Dr. Marco Aurélio "quebra o galho" dele. Este sr. Dr. deveria pagar todas as despesas que o país (nós) está tendo com esse tal de Cacciolla. Se não fosse o maldito HC que ele, em tão má hora, achou de bom grado lhe dar, nada disso estaria acontecendo. O bandido estava na cadeia (será???) e tudo bem. Vai gostar de dar HC pra vagaba assim lá em "Quero-Quero do Oeste"... Francisco Alexandre Zerlottini. BH/MG.

Comentários encerrados em 19/02/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.