Consultor Jurídico

Comentários de leitores

33 comentários

Curiosamente, os entrevistadores de Gilmar Mend...

Vinícius Campos Prado (Professor Universitário)

Curiosamente, os entrevistadores de Gilmar Mendes são sempre os mesmos, escolhidos a dedo para não colocarem-no em situação difícil. Dada sua " clareza" e " rapidez de raciocínio", não é difícil entender o porquê de o mesmo não se atrever a debater qualquer tema sério com contendores mais gabaritados. Quando não consegue responder, faz como no Roda Viva: " não vou responder isso, é um absurdo". Quando não consegue se esquivar, como no caso do Presidente Arlindo Chinaglia, que o interpelou pessoalmente na UNB sobre porque o Judiciário não julgava com celeridade seus processos ao invés de tentar fazer o trabalho da Congresso ( quando lhe convém), simplesmente começa a gaguejar e dizer que sua intenção é só colaborar, que deve haver harmonia e trabalho conjunto. É muito fácil ser humilde com quem não lhe deve satisfações ou obediência. Difícil é ser cordato com todos. E por causa disso, Mendes não chegará a descobrir o que é ser um " bom presidente" do STF.

Como é que um Presidente do STF vem a uma entre...

Vinícius Campos Prado (Professor Universitário)

Como é que um Presidente do STF vem a uma entrevista e diz que " tem se ouvido que estão reunindo informações para as eleições de 2010". Tem se ouvido? Isso é papel de juiz ou de comadre. Quem já esteve em um jardim de infância jurídico sabe que um magistrado_ ainda que tenha chegado ao posto por relações de amizade_ não se pronuncia nem mesmo sobre questões que virá a julgar, muito menos sobre diz-que-diz. Ele tem provas do que falou? Ou falou com leviandade? Se se pode falar o que se quer, por que ele criticou o que dizem sobre ele em blogs? Por que não responde ao que dizem sobre sua mulher e sua enteada ocuparem funções de confiança no Poder Judiciário, a despeito da Súmula Vinculante número 13, sobre nepotismo? Por que não esclarece o motivo de, quando a suspeita é sobre um banqueiro vale a presunção de inocência, mas quando há desconfianças(curiosíssimas, aliás) de grampearem ele mesmo, a presunção é de culpa e de irregularidade. Por acaso, Gilmar Mendes pensa que o Poder Judiciário existe para servir a seus interesses? Será que foi por isso que o Ministro Joaquim Barbosa, eleito o brasileiro do ano em 2007, o acusou em plenário de estar " dando jeitinho" em um julgamento, e era isso que o Brasil estava tentando extirpar?

Gilmar(de lama) Mendes, Andrea Michael e Daniel...

Senhora (Serventuário)

Gilmar(de lama) Mendes, Andrea Michael e Daniel Dantas. As semelhanças encontradas não são meras coincidências...

Como já venho denunciando aqui, muito confete p...

marcelo mesquita (Bacharel - Empresarial)

Como já venho denunciando aqui, muito confete para o nosso Supermendes, e muito deboche para quem não cerra as fileiras para com nosso novo super. Brincadeira.

O problema da execuçao penal é o judicialismo d...

analucia (Bacharel - Família)

O problema da execuçao penal é o judicialismo da mesma, pois muitos beneficios poderiam ser deferidos administrativamente, como as progressóes, apenas as regressóes seriam judiciais. Outra questáo é que bastaria informatizar a execuçao penal e colocar os cálculos na internet para os familiares acompanharem, mas preferem manter a reserva de mercado e usar os presos como meio de ganhar espaço e dinheiro.

Certo está o subconsciente do Noblat: Gilmar Da...

Armando do Prado (Professor)

Certo está o subconsciente do Noblat: Gilmar Dantas.

Andrea Michael, é? A campanha da FSP (Força Ser...

Armando do Prado (Professor)

Andrea Michael, é? A campanha da FSP (Força Serra Presidente) vai de vento em popa, claro forçando a indicação do bom tucano e mal magistrado GM para a vice-presidência. Essa mídia oportunista não dorme de toca. Mas, daí para o povo engolir as suas manipulações, vai uma grande distância. Não esqueçam de combinar "com os russos" (povo).

E fiquem olhando as ações contra os bancos pelo...

Gustavo ST (Advogado Autônomo)

E fiquem olhando as ações contra os bancos pelos planos Collor e Verão caírem por terra durante o recesso do STF, no apagar das luzes.

É vergonhoso ver outros puxa-sacos vir falar be...

Gustavo ST (Advogado Autônomo)

É vergonhoso ver outros puxa-sacos vir falar bem de um sem-vergonha como o ministro. Estou com o Mauro. Quem não sabe deve se informar sobre a escola do ministro, onde seus colegas e parceiros dão aulas. E também sobre o esquema de politicagem para promover o irmão ex-prefeito de uma cidade do interior que envolve a morte misteriosa e suspeita de uma jovem. IMPEACHMENT PARA GILMAR MENDES!!!

O problema da execuçao penal é o judicialismo d...

analucia (Bacharel - Família)

O problema da execuçao penal é o judicialismo da mesma, pois muitos beneficios poderiam ser deferidos administrativamente, como as progressóes, apenas as regressóes seriam judiciais. Outra questáo é que bastaria informatizar a execuçao penal e colocar os cálculos na internet para os familiares acompanharem, mas preferem manter a reserva de mercado e usar os presos como meio de ganhar espaço e dinheiro.

Essa entrevista é mais uma demonstração do gran...

Mauro (Professor)

Essa entrevista é mais uma demonstração do grande conlúio para livrar o banqueiro-bandido. E não estão nem um pouco preocupados em expor a jornalista que o ajudou. Gilmar Mendes fala de si com arrogância tão grande que parece que vivíamos em um faroeste antes de ele se tornar presidente do STF, e agora, após suas impecáveis medidas, passamos a viver em uma Suíça do direito.

Como gostam de aparecer os delegados da PF! Co...

MUDABRASIL (Outros)

Como gostam de aparecer os delegados da PF! Como são chegados aos holofotes os procuradores da república e promotores, não? E os juízes-justiceiros que não saem das páginas dos jornais dando 'pitaco' sobre tudo, inclusive casos que julgarão? Todos deveriam se mirar no exemplo de sobriedade, discrição e recato do presidente do STF.

Não irei me delongar muito porque acredito que ...

Renato Bogner (Advogado Associado a Escritório)

Não irei me delongar muito porque acredito que um texto, alienado deste, não o merece. Entretanto, dois comentarios devem ser feitos: - Poderiam ter poupado de colocar a jornalista "Andréa Michael" nesta entrevista, porque somente lendo a 1 linha já sabemos qual será o resultado da entrevista. - Respeito muito o ministro Gilmar Dantas (ups..), e acredito que ele realmente seja uma pessoa extremamente inteligente. De qualquer forma, não deveria ter afirmado o seu entendimento sobre a qualificação "sui generis" da Abin.. porque o próximo passo será ele assinar o Recurso Extraordinário dos advogados de Dantas.

Comentar

Comentários encerrados em 1/01/2009.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.