Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Troca de comando

Luiz Zveiter é eleito presidente do TJ do Rio de Janeiro

Por 

O desembargador Luiz Zveiter foi eleito, nesta terça-feira (16/12), presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Nos próximos dois anos, ele irá comandar um tribunal que tem como um dos principais desafios manter a agilidade dos julgamentos dos recursos sem perder a qualidade das decisões e estruturar a primeira instância da Justiça fluminense. Zveiter ficou com 97 dos votos contra 72 de Paulo Ventura. A desembargadora Mariana Pereira recebeu um voto.

O atual presidente do TJ, desembargador Murta Ribeiro, começou a sessão perguntando se os cinco mais antigos eram candidatos à presidência. Os desembargadores Luiz Zveiter e Paulo Ventura se candidataram, como já era previsto.

Os desembargadores usaram três urnas eletrônicas para a votação. O plenário estava lotado de juízes, servidores, advogados e familiares dos desembargadores na platéia. As eleições, a apenas uma semana do Natal, transformaram o grande salão do 10º andar do TJ fluminense em um local de confraternização. Desembargadores se cumprimentavam e formavam grupos de conversas enquanto os demais votavam.

Ao ter o resultado proclamado, o desembargador Zveiter disse que pretende tornar o tribunal mais democrático e dar atenção à primeira instância. Chorando, homenageou os ex-presidentes do TJ Sérgio Cavalieri e Miguel Pachá.

Zveiter ocupa o cargo de corregedor-geral do TJ do Rio desde julho de 2006. Na época, foi eleito para ocupar a vaga do desembargador Manoel Carpena Amorim, que deixou o cargo em virtude da aposentadoria compulsória. Ao terminar o mandato, candidatou-se novamente para continuar no cargo até 2008.

O futuro presidente do TJ ocupou por 10 anos a direção do Superior Tribunal de Justiça Desportiva. Licenciou-se do cargo pouco antes de o Conselho Nacional de Justiça decidir que o desembargador não poderia acumular as duas funções, no TJ e no STJD.

Zveiter nasceu em Niterói (RJ), onde mora atualmente. Tem 53 anos e quatro filhos. Formou-se em Direito na Universidade Gama Filho, em 1980. Entrou no Tribunal de Justiça do Rio em 1995 pelo quinto constitucional. Antes de ocupar o cargo de corregedor, era presidente da 6ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça.

 é correspondente da Consultor Jurídico no Rio de Janeiro.

Revista Consultor Jurídico, 16 de dezembro de 2008, 14h13

Comentários de leitores

2 comentários

Quem mandou torcer para TIME PEQUENO! Neli, ...

Manente (Advogado Autônomo)

Quem mandou torcer para TIME PEQUENO! Neli, o local de chorar é na CAMA. Aqui vai uma dica, o FENÔMENO VOLTOU, QUE TAL O DEPARTAMENTO DE MARKETING DO SANTOS, CONVENCER O PELÉ, PEPE, COUTINHO E CIA LTDA, PARA VOLTAREM? PASSAR BEM..................

Tomara que ele seja mil vezes melhor no TJRJ do...

Neli (Procurador do Município)

Tomara que ele seja mil vezes melhor no TJRJ do que como presidente do STJD. Foi lastimável ele,numa penada , anular os jogos do campeonato brasileiro,e,com isso,favoreceu o corintias:que tinha perdido jogos e acabou por ser campeão.. Que Deus o abençoe no TJRJ e que ele seja justo e não injusto como foi com o Santos naquele ano de 2005. Viva o Santos Futebol Clube:o time mais prejudicado do Brasil.

Comentários encerrados em 24/12/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.