Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Novela Dantas

MPF se opõe a terceiro pedido de prisão contra DD

O Ministério Público Federal em São Paulo se manifestou contra o terceiro pedido de prisão do banqueiro Daniel Dantas, formulado pela Polícia Federal, segundo informou a Folha de S.Paulo nesta sexta-feira (5/12). Para o MPF, o delegado federal Ricardo Saadi não reuniu provas suficientes que justificassem a prisão. O juiz da 6ª Vara Criminal Federal, Fausto De Sanctis, não tem prazo para analisar a solicitação.

No documento em que faz o novo pedido de prisão, Saadi sustenta que Dantas continuou a praticar os crimes pelos quais é investigado: gestão fraudulenta e temerária, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.

O novo pedido de prisão se refere a inquérito que apura supostos crimes financeiros em que o empresário estaria envolvido. Não há ligação com as acusações que culminaram com a decisão judicial dada nesta terça-feira (2/12), que condenou o banqueiro a dez anos de prisão, e a pagar R$ 13,4 milhões por ter oferecido suborno a um delegado da PF, no valor de R$ 1 milhão. Dantas responde a essas acusações em liberdade.

Para as autoridades do caso, no entanto, um terceiro pedido de prisão, sem um fato novo, seria encarado como uma afronta ao Supremo Tribunal Federal, que já concedeu dois Habeas Corpus a Dantas.

Segundo o jornal, a manobra é vista dentro da PF como um jogo de cena para melhorar a imagem da instituição. A medida teria atendido a pedido do ministro da Justiça, Tarso Genro, e da cúpula da Polícia, para desfazer a imagem de que o departamento está mais preocupado em perseguir o delegado Protógenes Queiroz do que com o inquérito do banqueiro.

Alguns policiais acreditam que a corregedoria da PF errou ao apreender materiais na casa de Protógenes. Ao transformar o principal investigador de Dantas em alvo, a Polícia teria passado a imagem de que protege o dono do Opportunity.

Revista Consultor Jurídico, 5 de dezembro de 2008, 16h30

Comentários de leitores

7 comentários

Chega ser hilário esses nossos Judiciário de in...

GUSMAO BRAGA (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Chega ser hilário esses nossos Judiciário de instâncias superiores, leva-nos a crer que exista à alguns "Rabo Preso" por alguma ligação "política"... A preocupação é justamente é com o Delegado, só pq prendeu o queridinho destes nobres juristas AHG dá nojo só de pensar que coisas por trás disso... Está mais do que na hora de parararem de ser cara-de-pau, certamente vcs. devem ser preocupar com alguns juízes, promotores, deputados,empresários,e tantos outros envolvidos em mensalões, previdência privadas, obras superfaturadas, e outras que certamente são mais importantes do que livrarem a cara de bandidão que foi pego na boca da botija, esqueçeram da gravação, isso é se quiserem fazerem o trabalho direito é só quererem e parar com essa pouca vergonha que passa longe da DEMAGOGIA. ESTAMOS FARTOS...DE TANTA IMPUNIDADE...

Se cada uma das pessoas ligadas as atividades d...

Dr. Marcelo Galvão SJCampos/SP - www.marcelogalvao.com.br (Advogado Sócio de Escritório)

Se cada uma das pessoas ligadas as atividades do Judiciário fizerem sua parte, vamos viver em uma sociedade mais feliz. Cumpram sua jornada de trabalho com dedicação. Feliz Natal e um próspero ano novo. Viva o novo Brasil de Jovens sem medo!

O mpf mostra estar muito mais preparado agora p...

futuka (Consultor)

O mpf mostra estar muito mais preparado agora para enfrentar este processo. Quanto a pf está fazendo a sua parte, nada mais nada menos que dentro das normativas estabelecidas, é como deve funcionar. Quanto as outras instituições policias, eu tenho certeza de que são suficientemente habilidosas para tratarem dos seus e da população civil dentro dos seus limites, sejam pontuais ou não,, afinal bem recente vimos pela mídia o que acontece em sampa com a nossa polícia civil que perfilados com a pm que são os que realmente prendem o 'fora-da-lei'(e aos milhares),quanto realmente ganham para serem a última fronteira na defesa da sociedade. 'UMA VERDADEIRA MISÉRIA'..vamos acordar!

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 13/12/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.