Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Agências da moda

Opportunity explica porque contratou agências de Marcos Valério

Pela terceira vez, a Polícia Federal pede à Justiça a prisão de Daniel Dantas, dono do grupo Opportunity. De acordo com informação da Folha de S. Paulo, reproduzida pela Consultor Jurídico no sábado (29/11), o delegado federal Ricardo Saadi, que substituiu Protógenes Queiroz no comando do inquérito da Operação Satiagraha, encontrou várias provas de crimes cometidos por Dantas, e que ele continuou a praticá-los mesmo depois de preso duas vezes em julho.

Segundo a Folha, o terceiro pedido de prisão é interpretado por alguns delegados como uma tentativa de mostrar que a PF não se dobrou a pressões do banqueiro. A reportagem traz a informação de que, quando foi solto pela segunda vez, Daniel Dantas espalhou que poderia contar podres do PT. De acordo com a PF, duas empresas que pertenciam a Dantas — a Telemig Celular e a Amazônia Celular — repassaram dinheiro às agências de publicidade de Marcos Valério de Souza, que por sua vez entregou o dinheiro a parlamentares da base do governo. Valério é réu no escândalo do mensalão. A informação do repasse de dinheiro das teles comandadas por Daniel Dantas as agências de Valério já era conhecida desde a época das CPIs que investigou o mensalão.

A assessoria de comunicação do Opportunity enviou nota à ConJur para afirmar que a Telemig Celular e a Amazônia Celular “enviaram 800 quilos, quase uma tonelada de documentos à CPI Mista [do Mensalão] que justificaram, amplamente, os pagamentos feitos às agências de publicidade DNA e SM&P por serviços prestados às companhias”.

Segundo a nota, a DNA e a SM&P eram as agências de publicidade mais famosas em Minas Gerais, o que também justifica a contratação das empresas.

Leia a nota do Opportunity

Prezados senhores,

Em relação a reportagem intitulada “Crime continuado — Polícia Federal pede, de novo, prisão de Daniel Dantas", editada em 29.11. 2008, e que reproduz texto da Folha de S.Paulo, segue a carta enviada ao jornal

Em relação a reportagem intitulada “PF pede prisão de Dantas à Justiça pela terceira vez”, à página A4, caderno Brasil, edição de 29/11, esclarecemos que:

A Telemig Celular e Amazônia Celular enviaram 800 quilos, quase uma tonelada de documentos à CPI Mista e que justificaram, amplamente, os pagamentos feitos às agências de publicidade DNA e SM&P por serviços prestados às companhias.

Em 1998, a Telemig Celular se tornou cliente da DNA e dois anos depois, em 2001, da SMP&B.

A Amazônia Celular se tornou cliente de ambas, em 2001.

A DNA e a SM&P eram as mais afamadas agências de publicidade, à época, em Minas Gerais.

No caso da Telemig Celular comprovou-se que 73% do montante total investido nas agências de publicidade foram repassados aos maiores veículos de comunicação do país.

No caso da Amazônia Celular, o percentual é de 61% do total.

O volume que coube às agências de publicidade, por contrato, foi pouco superior a 10% do total investido nos dois casos analisados.

Em razão da entrega da extensa documentação que comprovava os pagamentos feitos às agências de publicidade de Minas e aos veículos de comunicação do país, a Telemig Celular e Amazônia Celular não foram denunciadas pela Procuradoria Geral da República.

Á época da gestão do Opportunity, a Telemig Celular era considerada “a jóia da Coroa” e detinha o maior Ebitda (o equivalente a margem operacional) do setor de telefonia. E a Amazônia Celular foi considerada a melhor empresa para se trabalhar por revistas especializadas em negócios.

Atenciosamente,

Assessoria de Comunicação do Opportunity – São Paulo

Revista Consultor Jurídico, 1 de dezembro de 2008, 17h06

Comentários de leitores

5 comentários

Essa tática é velha. Envia uma tonelada de...

Ticão - Operador dos Fatos ()

Essa tática é velha. Envia uma tonelada de documentos e diz que eles "provam" e "justificam" a honesta contratação. E mandam procurar lá no meio daquela barafunda de documentos os que comprovam a conduta correta. Vencer pelo afogamento em informações.

Notícia interessante http://www.correiobrazi...

Ramiro. (Advogado Autônomo)

Notícia interessante http://www.correiobraziliense.com.br/html/sessao_3/2008/12/01/noticia_interna,id_sessao=3&id_noticia=53382/noticia_interna.shtml Primeira questão, a PF tem perícia própria atestando a legitimidade das gravações? Segundo, a perícia contratada fez a análise espectral dos ruídos de fundo da gravação?

...olhovivo nos aeroportos! ...PF prete aten...

Robespierre (Outros)

...olhovivo nos aeroportos! ...PF prete atenção, muita atenção, principalmente, nas defesas apaixonadas com colorido de ampla defesa...

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 09/12/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.