Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Grampos ilegais

Diante do silêncio do presidente Lula, oposição ameaça processá-lo

Com o silêncio do presidente Lula em relação à confirmação de grampos ilegais feitos em telefones do Supremo Tribunal Federal, de parlamentares e de integrantes do próprio Palácio do Planalto, pela Agência Brasileira de Inteligência (Abin), a oposição ameaça processá-lo por crime de responsabilidade, segundo informa o jornal O Estado de S. Paulo.

"Ou o presidente toma uma atitude rápida e aponta os responsáveis pelo grampo, ou, se continuar calado e omisso como está, ficará como responsável perante a sociedade e terá de responder por isto com base na lei do impeachment", declarou o presidente nacional do DEM, deputado Rodrigo Maia.

Parlamentares pediram ainda a demissão de toda a diretoria da Abin, órgão ligado à Presidência da República que não tem competência para fazer interceptações telefônicas, nem mesmo com autorização judicial.

O líder do PSDB na Câmara, José Aníbal, também cobrou explicações do Palácio do Planalto. "O presidente Lula tem que dar uma satisfação imediata à sociedade, ou então permitirá a dedução de que ele é conivente com a realidade policialesca que teima em tentar se instalar no Brasil, fato que parece ser verdade já que assinou medida provisória criando cerca de 400 cargos para a Abin", disse em entrevista à repórter Christiane Samarco, do Estadão.

O vice-presidente da República, José Alencar, declarou ao portal G1, neste domingo, que considera “abomináveis as escutas de qualquer natureza”. Afirmou ainda que é preciso acabar com essa prática ilegal. E só.

O DEM quer se articular com o PSDB, para que a oposição tome uma posição conjunta. Os tucanos marcaram para quarta-feira (3/8), em Brasília, uma reunião da Executiva Nacional.

Em nota, o DEM diz que a democracia brasileira encontra-se “à beira do precipício” quando órgão da Presidência da República faz escutas ilegais.

Crime de responsabilidade

O crime de responsabilidade está previsto no artigo 7º, da Lei 1.079/50, a Lei do Impeachment. Configura o crime "servir-se das autoridades sob sua subordinação imediata para praticar abuso do poder, ou tolerar que essas autoridades o pratiquem sem repressão sua". E também: "violar patentemente qualquer direito ou garantia individual".

Revista Consultor Jurídico, 31 de agosto de 2008, 19h36

Comentários de leitores

11 comentários

Daqui a pouco verbas são liberadas e cargos rec...

Bira (Industrial)

Daqui a pouco verbas são liberadas e cargos recebem nomeação e tudo acaba assim por milagre.

A oposição deveria ser castigada: ganharia um g...

Frederico Flósculo (Professor Universitário)

A oposição deveria ser castigada: ganharia um grampo 24 horas para ouvir Lula, Dona Marisa, Zé-Dirceu, Zé-Alencar, e mais umas 666 autoridades petistas e aliadas, até o final do mandato. Para ver se aprendem !!!

Já estou cheio de ameaças ! No tempo em que o P...

acdinamarco (Advogado Autônomo - Criminal)

Já estou cheio de ameaças ! No tempo em que o PT era oposição, primeiro processava, depois avisava. A oposição de hoje não aprendeu nada ! acdinamarco@adv.oabsp.org.br

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 08/09/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.