Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Sete vagas

Justiça Federal na Paraíba seleciona estagiários de Direito

A Justiça Federal na Paraíba divulgou edital para a seleção de estagiários de Direito. Inicialmente, serão sete vagas. No entanto, outras vagas deverão ser abertas.

As inscrições começam na segunda-feira (1°/9) e seguem até o próximo dia 12, das 13h às 18h. Os interessados devem procurar os escritórios do IEL (Instituto Euvaldo Lodi) na capital João Pessoa, em Campina Grande e em Sousa. As provas serão feitas no dia 4 de outubro.

Poderão participar da seleção os estudantes de Direito que estejam cursando a partir do 4º período do curso. A inscrição gratuita deverá ser feita em formulário próprio disponibilizado na página eletrônica do Instituto Euvaldo Lodi disponível no edital.

As provas ocorrerão nas cidades de João Pessoa, Campina Grande e Sousa. Os locais dos exames serão confirmados com antecedência mínima de 48 horas por edital afixado no edifício-sede do IEL-PB e nas sedes da Seção Judiciária em João Pessoa, da Subseção Judiciária de Campina Grande e da Subseção Judiciária de Sousa.

Os candidatos deverão comparecer aos locais da prova com antecedência mínima de 15 minutos, munidos de carteira de identidade original e de caneta esferográfica preta ou azul.

Palavras indigestas — Joaquim Barbosa briga com Eros Grau por causa de HC.

Instituições em choque — Promotor é condenado a indenizar escritório e MP reage.

Terceiro tempo — MPF erra na fundamentação de pedido de prisão de Dantas.

Brigas no STF — Eros não fala de JB, mas advogados comentam entrevista.

Ranking da semana — Briga de ministros bate recorde de acessos na ConJur.

Um a um — Ministro do STJ vota pela liberdade de Salvatore Cacciola.

Atividade limitada — Juiz não pode ser sócio de curso jurídico, diz Joaquim Falcão

.

Bons presságios — Justiça do Trabalho pode zerar estoque em cinco anos.

Regras de conduta — Código de Ética para juízes é aprovado pelo CNJ.

Direito de saber conduta — Não há limitações para investigado ver inquérito sob sigilo.


Revista Consultor Jurídico, 29 de agosto de 2008, 13h39

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 06/09/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.