Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Teto no STF

Câmara vai votar salário de ministros do STF de R$ 25 mil

A Câmara dos Deputados vai colocar em votação, nas próximas semanas, um projeto que reajusta os salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal. O texto prevê que o salário passará dos atuais R$ 24.000 para R$ 25.725. A informação é da Folha online.

Como a remuneração dos ministros define o teto do funcionalismo público federal, se o texto for aprovado, deverá provocar um efeito cascata, já que os salários do Judiciário, Executivo e Legislativo têm a prerrogativa de seguir o reajuste determinado ao teto do funcionalismo.

Parlamentares do governo e da oposição são favoráveis ao aumento, mas negam que o objetivo do Congresso seja discutir a isonomia (equiparação) salarial nos Três Poderes. No entanto, há parlamentares que sonham com a equiparação, que pode colocar sob o mesmo teto salarial os ministros do Supremo, o presidente da República e dos deputados.

"A isonomia é constitucional. É uma decisão tomada em 1988 que aos poucos deve ser implementada. O governo já mandou crédito suplementar para que essa despesa seja efetivada. O presidente (da Câmara) Arlindo Chinaglia (PT-SP) vai criar uma comissão para discutir o tema. Não é só repor o reajuste no Judiciário, mas fazer essa vinculação em todos os níveis", admitiu o vice-líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barro (PP-PR).

A oposição também se mostrou favorável ao reajuste reconhecendo que existe uma “defasagem” nos salários recebidos pelos ministros do STF. "Não somos contra a correção para recuperar o poder de compra", afirmou o deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA).

A proposta de colocar o reajuste na pauta da Câmara foi levantada pelo líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), durante reunião dos líderes partidários com o presidente da Casa, Arlindo Chinaglia (PT-SP).

O peemedebista argumenta que o Congresso tem que se "debruçar" sobre o reajuste dos ministros do STF porque desde 2005 a proposta espera pela análise do Legislativo. Os parlamentares reconhecem, porém, que o tema poderá enfrentar desgastes junto à opinião pública. "Nenhum momento é bom para se discutir matérias polêmicas. Mas se esta Casa não discutir problemas da sociedade, quem vai discutir?", questionou o líder do PTB na Câmara, deputado Jovair Arantes (GO).

Revista Consultor Jurídico, 27 de agosto de 2008, 17h27

Comentários de leitores

8 comentários

Eu não consigo gastar tudo isso mesmo com se ti...

Bira (Industrial)

Eu não consigo gastar tudo isso mesmo com se tivesse 3 filhos em faculdades pagas, apê de 500 m2, duas Q7 na garagem e condominio de 2000 reais. Algo muito estranho acontece com o erário...e o povo deixa...

Aposto da decisão: - quem aceita permaneça como...

LUCIANO (Servidor)

Aposto da decisão: - quem aceita permaneça como está, quem não, levanta-se. Aprovado! quem manda eu ser honesto.

Respeitando as demais opiniões, penso como segu...

Vicente Borges da Silva Neto (Advogado Associado a Escritório - Civil)

Respeitando as demais opiniões, penso como segue: Um cidadão nasce, estuda, forma-se advogado, depois de anos de estudo entra no STF pelo quinto constitucional ou numa das vagas destinadas ao MP e integrantes do Judiciário, para ganhar R$ 25 mil reais por mês? É POUCO! Não se pode comparar com aqueles preguiçosos que nunca estudaram, preferiram os bares da vida, que hoje ganham um salário-mínimo. Aqueles que acham um alto salário, PRESTEM CONCURSO PARA SER JUÍZES E DEPOIS VÃO PARA O STF GANHAR TAL MONTANTE... Perguntem para advogados que estão na ativa há mais de 10 anos, se querem ir para o STF pelo quinto constitucional. Poucos aceitarão, pois advogando ganham bem mais. Acho que um Ministro do STF deveria ganhar, no mínimo, R$ 100 mil reais por mês, além de vários outros incentivos. Aí, até eu teria interesse pelo cargo. "Todos são iguais perante a lei" EM SITUAÇÕES EQUIVALENTES!!! Logo, basta estudar, formar-se em direito, exercer a função pelo tempo determinado e ingressar no STF. SE ESFORCEM E GANHARÃO O ALTO SALÁRIO QUE COMENTAM. É cada uma... Respeitando os demais entendimentos, é, s.m.j., como penso. Vicente Borges.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 04/09/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.