Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Discussão política

Ex-ministro da Pesca é condenado por ofensa em debate na TV

O ex-ministro José Fritsch, da Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca da Presidência da República, foi condenado a pagar R$ 24 mil por danos morais ao advogado Luiz Antônio Palaoro por ofensa em um debate político na televisão. A decisão é do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, segundo o jornal Diário Catarinense.

Em 2000, Fritsch era candidato a reeleição da prefeitura de Chapecó (SC). Durante o debate, ele acusou o advogado de ser o autor de uma “maracutaia” durante um acordo entre uma empresa e a prefeitura.

“Quando se diz que alguém está envolvido numa maracutaia, está a se dizer que essa pessoa tem enlace com fraudes, negociatas, corrupção”, afirma o desembargador Newton Janke, relator do caso.

Em sua defesa, o ex-prefeito diz que fala foi feita por causa do elevado clima da campanha. Para o desembargador, a resposta da defesa mostra desapreço público. “O autor não era protagonista eleitoral e a discussão político-eleitoral deve conter-se nos limites civilizados”, diz Janke.

O advogado Amarildo Vedana, que defendeu Fristch, afirma ao jornal que deverá recorrer ao Superior Tribunal de Justiça. Ele diz que o ex-ministro também entrou com uma ação por danos morais contra Palaoro.

Revista Consultor Jurídico, 20 de agosto de 2008, 16h57

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 28/08/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.