Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Número de inserções

MPE defende multa de R$ 212 mil a candidato a prefeito de Belém

O Ministério Público Eleitoral no Pará pediu o aumento de multa contra o candidato a prefeito de Belém José Benito Priante Júnior (PMDB), por propaganda eleitoral antecipada no horário político do partido. Os procuradores querem que o Tribunal Superior Eleitoral aumente a multa de R$ 53 mil para R$ 212 mil.

Na primeira instância, o juiz estipulou a multa em R$ 212 mil. Para ele, o valor de R$ 53 mil, estipulado pela Resolução 22.718/07 do TSE, deveria ser multiplicado por quatro porque o candidato usou quatro inserções do tempo de rádio e TV do partido.

O Tribunal Regional Eleitoral do Pará acolheu parcialmente o recurso do candidato, concordando com a tese de que houve propaganda eleitoral antecipada. No entanto, seguindo o princípio da razoabilidade, os juízes fixaram a multa em R$ 53 mil.

Segundo o TRE-PA, a multa aplicada na primeira instância “não encontra qualquer embasamento legal ou jurisprudencial para que tenha sido multiplicada pelo número de veiculações”. A decisão do TRE-PA ressalta que o TSE aplicou multa de R$ 53 mil no caso de um candidato que veiculou propaganda irregular 37 vezes.

Revista Consultor Jurídico, 14 de agosto de 2008, 18h01

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 22/08/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.