Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Risco para democracia

Para FHC, sensação é a de que não há controle sobre a Polícia

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou, na quarta-feira (13/8), que o Brasil vive um momento em que a sensação é de que não há controle sobre a Polícia. Quem corre risco, segundo ele, é a democracia.

FHC considerou, ainda, uma provocação da Polícia Federal o fato dela ter algemado os presos na Operação Dupla Face depois do Supremo Tribunal Federal ter restringindo o seu uso. “O que ocorreu em Mato Grosso foi uma provocação. A Polícia Federal desrespeitou a decisão do STF quanto ao uso de algemas. O tribunal determinou que algemas sejam utilizadas apenas quando houver perigo de fuga. Não havendo este perigo, a utilização das algemas é somente para desmoralizar. Isto é inaceitável”, afirmou em entrevista à assessoria de imprensa do PSDB.

Para o ex-presidente, é preocupante o número de telefones grampeados no país. “Não quero caracterizar que haja no país um estado policialesco, mas há momentos em que ficamos com a sensação de que não há controle sobre a Polícia. Espero que as outras instituições estejam ativas para evitar que entremos de fato em qualquer estado policialesco”, afirmou.

Segundo Fernando Henrique, a atuação da PF é importante e necessária. Na sua avaliação, o seu trabalho está mais eficiente. “Mas isto não é razão para que a PF apareça na televisão como um espetáculo e que mostre sua eficiência muito mais para as câmaras do que nos autos. Porque quando os autos não são bem feitos, a Justiça anula os resultados. E daí vem o pensamento de que houve marmelada, mas a Justiça muitas vezes anula um processo porque foi malfeito. Acho que a PF precisa aumentar sua eficiência na prática e não no espetáculo”, avalia o ex-presidente.

O ex-presidente diz que a população tem a sensação de impunidade. Para ele, o maior risco das instituições é a descrença popular. Segundo FHC, “quando o povo não acredita que as instituições funcionem, eles descrêem da democracia como forma de governo. E ao descrer da democracia, abre espaço para mais arbitrariedades. Então, estamos num quadro do ponto de vista institucional preocupante”.

Revista Consultor Jurídico, 14 de agosto de 2008, 19h12

Comentários de leitores

17 comentários

Continuando... FHC, fomos buscar aquele LIXO, ...

Sargento Brasil (Policial Militar)

Continuando... FHC, fomos buscar aquele LIXO, que voce conhece muito bem, o Cacciola, (que aliás está se alimentando muito bem, com lagostas, etc.) lá em Mônaco, para tentar um H.C. aqui...sabia disso? Isso também é desmoralização.

Ora, FHC, não se tem controle nem sobre os deli...

Sargento Brasil (Policial Militar)

Ora, FHC, não se tem controle nem sobre os delinquentes presos!!!!! Eles controlam o criminosos que praticam crimes fora do presídio! Você quer controlar o que?

Para desmoralizar a policia, basta deixar rolar...

Bira (Industrial)

Para desmoralizar a policia, basta deixar rolar a terra de ninguém. A bandidagem agradece.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 22/08/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.