Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Novas caras

Senado sabatina indicados para corregedoria e vaga no STJ

Está marcada para as 10h desta quarta-feira (13/8) a sabatina do ministro do Superior Tribunal de Justiça Gilson Dipp e do desembargador federal Benedito Gonçalves. Eles foram indicados, respectivamente, para os cargos de corregedor-nacional de Justiça e ministro do STJ. A sabatina vai acontecer na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado.

Atual coordenador-geral do Conselho da Justiça Federal, o ministro Gilson Dipp foi escolhido, no dia 5 de agosto, pelo Pleno do STJ, para o cargo de corregedor-nacional de Justiça. Ele vai substituir o ministro Cesar Asfor Rocha, que deixou o Conselho Nacional de Justiça para assumir a presidência do STJ.

Feita a sabatina, o ministro Dipp deverá ser nomeado pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. Durante os dois anos de mandato, ficará afastado dos julgamentos de Turma e Seção, mas continuará atuando na Corte Especial do STJ.

Já o desembargador do Tribunal Regional Federal da 2ª Região Benedito Gonçalves foi indicado ao cargo de ministro do STJ no último dia 31 de julho pelo presidente Lula. Ele poderá ocupar a vaga destinada a membros de tribunais regionais federais, que antes era ocupada pelo ministro José Delgado.

Na CCJ, Gonçalves responderá a questionamentos feitos pelos integrantes e, depois, terá sua indicação votada. Se aprovado, o nome segue para a análise do Plenário do Senado. Somente com a aprovação no Plenário, o desembargador federal poderá ser nomeado e, em seguida, empossado no cargo de ministro. O relator é o senador José Agripino (DEM-RN).

Perfil

Natural de Passo Fundo (RS), Gilson Dipp é bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Iniciou sua carreira como advogado em 1968 e foi nomeado juiz do Tribunal Regional Federal da 4ª Região em 1989. Foi membro suplente do Tribunal Regional Eleitoral de 1991 a 1993 e titular de 1995 a 1997. Exerceu a presidência do TRF-4 no biênio 1993/1995. Integra o STJ desde 1998, onde presidiu a 5ª Turma e a 3ª Seção do tribunal.

Nascido no Rio de Janeiro, Benedito Gonçalves é formado em Direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, com especialização em Direito Processual Civil e mestrado pela Universidade Estácio de Sá. Juiz de carreira, Benedito Gonçalves chegou à magistratura em 1988, alcançando o cargo de juiz do Tribunal Regional Federal da 2ª Região por merecimento, em dezembro de 1998.

Revista Consultor Jurídico, 12 de agosto de 2008, 19h24

Comentários de leitores

1 comentário

Ops!!! Andaram "trupicando" nas teclas, aí. Ond...

Zerlottini (Outros)

Ops!!! Andaram "trupicando" nas teclas, aí. Onde se lê "sabitana", leia-se "sabatina", né não? Francisco Alexandre Zerlottini. BH/MG.

Comentários encerrados em 20/08/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.