Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Falta de diploma

Estados são acionados por impedir massagem em cavalos nos EUA

Os estados de Maryland e de Washington, nos Estados Unidos, viraram alvos de um processo movido por Mercedes Clemens, da cidade de Damascus. Motivo: ela foi impedida por autoridades públicas de massagear cavalos. Diplomada em quiropraxia, ela tem autorização “apenas para massagear humanos”. As informações são do site Findlaw.

A empresa Equinology, Inc., baseada em Gualala, na Califórnia, tem o monopólio do fornecimento de diplomas para massagens em animais. Cerca de 900 pessoas por ano conseguem esses certificados, nas 50 filiais da Equinology nos Estados Unidos.

Ainda não há parâmetros legais estabelecidos para definir quem pode ou não massagear cavalos no país. Os padrões ainda devem ser definidos por um órgão criado apenas para essa tarefa, o National Board of Certification for Animal Acupressure.

Por isso, alega Mercedes Clemens, de 40 anos, todos massagistas diplomados nos Estados Unidos podem tratar também de cavalos. Ela não quer indenização. “Quero apenas reconquistar meu direito de massagear os animais”.

Revista Consultor Jurídico, 12 de agosto de 2008, 11h42

Comentários de leitores

3 comentários

Não estou preoculpado em fazer uma piada com no...

dididiogenes (Estagiário - Previdenciária)

Não estou preoculpado em fazer uma piada com nossos políticos mas achei bem posta no caso dos colegas no entanto penso como a coisa é séria, que, para esse tipo de profissão ou se isso seria profissão aqui(Brasil, só se for lá para o 3º milênio, no caso aqui acho que até se escovassemos humanos não seríamos molestados pois a falta de estudo acho mesmo falta de inteligência de nossas cabeças pensantes (pois eles tem tempo pra isso) em perceber sobre o significado de viver em sociedade e a importância de colaborarmos em sermos cada vez melhores para termos um amanhã melhor. Não acredito, pois o Brasil vegeta quando surge exemplos como esse dos USA, no entanto não sabemos nem tirar as crianças que estão nos lixões "trabalhando para sobreviver". Parabéns mentes (autoridades públicas, em todas a verticalidade, intelectuailizadas) pensantes do Brasil, vcs estão de parabéns...

E PRINCIPALMENTE EM BRASÍLIA ELA TERIA MUITOS C...

Luiz Fernando (Estudante de Direito)

E PRINCIPALMENTE EM BRASÍLIA ELA TERIA MUITOS CLIENTES (asininos, muares, etc). É uma pena.

Se vier para o Brasil, não terá problemas, ao c...

Silvio Curitiba (Advogado Associado a Escritório)

Se vier para o Brasil, não terá problemas, ao contrário, terá grande clientela. Entre humanos, equídeos, asininos, muares e transgenias e cruzamentos variados e interessantes entre as espécies, famílias e gêneros.

Comentários encerrados em 20/08/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.