Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Dia de prova

OAB paulista abre inscrição para o 136º Exame de Ordem

Os bacharéis em Direito têm até o dia 22 de agosto para fazer sua inscrição para o Exame de Ordem. A primeira fase, prova objetiva, será no dia 14 de setembro, num domingo. Os candidatos aprovados nesta prova ficam automaticamente habilitados para a segunda fase do Exame, que é composto pela prova prático-profissional. A prova será aplicada no dia 19 de outubro, também em um domingo.

O Exame de Ordem número 135 (aplicado nos dias 18 de maio e 15 de junho) aprovou 2.834 candidatos, 15,81% dos 17.916 bacharéis que fizeram as duas provas, totalizando com os aprovados também em recurso. A lista final de novos advogados paulistas foi divulgada na última sexta-feira (1º/8) pela Comissão de Exame de Ordem já com a aprovação de mais 416 candidatos em recurso.

De acordo com a entidade, esse percentual é bem inferior ao obtido no Exame 134, que foi de 29,17% de aprovados. Também está bem abaixo do percentual de aprovação do Exame de Ordem 132, feito em março do ano passado, que aprovou 30,43% dos candidatos; e mesmo ao Exame 133 (agosto de 2007) que fechou com aprovação de 15,9% dos inscritos.

As provas serão aplicadas em 28 cidades do interior de São Paulo: Americana, Araçatuba, Araraquara, Assis, Barretos, Bauru, Bragança Paulista, Campinas, Espírito Santo do Pinhal, Franca, Guarulhos, Itapetininga, Jundiaí, Marília, Mogi das Cruzes, Osasco, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São Bernardo do Campo/São Caetano do Sul, São Carlos, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto São José dos Campos, Sorocaba, Taubaté e Tupã.

Avaliações

A prova objetiva contém 100 questões de múltipla escolha, com quatro opções cada, sobre as seguintes matérias: Direito Constitucional, Direito Civil, Direito Empresarial, Direito Penal, Direito do Trabalho, Direito Administrativo, Direito Tributário, Direito Processual Civil, Direito Processual Penal e também questões sobre o Estatuto da Advocacia e da OAB, seu Regulamento Geral e o Código de Ética e Disciplina.

Os candidatos que acertarem, no mínimo, 50% das questões estarão habilitados a prestar a segunda fase do Exame de Ordem. Essa fase, prova prático-profissional, compreende, necessariamente, duas partes distintas: a) redação de peça profissional, privativa de Advogado; e b) cinco questões práticas, sob a forma de situações-problema. Tanto a peça profissional como as questões práticas versam sobre a área escolhida pelo candidato na ficha de inscrição.

O pedido de inscrição deve ser feito pela internet, no site da Cespe/UnB (www.cespe.unb.br). No período de inscrição, das 10h às 16 horas, o site também disponibiliza o boleto para o pagamento da taxa de inscrição, de R$ 180, que deve ser paga em qualquer agência bancária. O boleto autenticado é o único comprovante de inscrição aceito.

Revista Consultor Jurídico, 10 de agosto de 2008, 0h00

Comentários de leitores

4 comentários

O exame é necessário, pois existem muitos bacha...

Wagner Salsa (Advogado Sócio de Escritório - Criminal)

O exame é necessário, pois existem muitos bacharéis despreparados e totalmente inaptos para o exercício da advocacia. Porém, a OAB precisa melhorar a qualidade da prova, que invariavelmente apresenta questões mal formuladas, dai o alto número de recursos e questões anuladas a cada prova. Recentemente o gabarito de uma das provas da segunda fase de Direito Penal do exame de ordem nº 135 apresentava erros graves, tanto que foi corrigido antes da divulgação do resultado da prova. Sequer foi publicada uma errata.

É muita hipocrisia não assumir que o exame da O...

ANS (Advogado Autônomo - Previdenciária)

É muita hipocrisia não assumir que o exame da Ordem só se presta para garantir a reserva de mercado; afinal, os advogados precisam sobreviver, e como desperdiçar o salário, disputado avidamente, que Faculdades (de fundo de quintal ou não) e "cursinhos" das mais variadas estirpes oferecem a tão nobres cidadãos - os "aprovados". Mas não é JUSTO na acepção mais profunda da palavra, que uma pessoa que resista às torturas de um curso de Direito (por pior que seja), se veja sem mercado de trabalho no final da maratona. Que sejam "boys de luxo" em escritórios, "bacharéis" nos tribunais especiais, sei lá, mas a OAB os abandonar ao léu (enquanto todos se esmeram em arrancar os trocados da legião) é HIPOCRISIA.

Enquanto alguns lamentam e atacam o necessário ...

Cícero José da Silva (Advogado Autônomo - Criminal)

Enquanto alguns lamentam e atacam o necessário Exame de Ordem, Flávia Cristiane Fuga e Silva serve como exemplo para quem realmente deseja estudar e entrar pela porta da frente da Ordem dos Advogados do Brasil, e pertencer a nobre classe dos Advogados. Parabéns Flávia Cristiane Fuga e Silva pelo dia do Advogado, você merece os aplausos de todos nós. Se alguém desejar saber mais sobre a Dra. Flávia Cristiane Fuga e Silva acesse http://www.tribunauniao.com.br/noticias/?c=3461

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 18/08/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.