Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Sintonia processual

Acordo entre Justiças resulta em R$ 860 mil a 45 trabalhadores

Quarenta e cinco ex-empregados da empresa D. S. Zampieri & Cia, que ajuizaram ações na Justiça do Trabalho, devem receber mais de R$ 862 mil em acordo fechado na Justiça Estadual. A empresa e os trabalhadores fizeram a conciliação, na sexta-feira (8/8), em audiência pública na 1ª Vara Cível de Rolim de Moura (RO), onde tramita o processo de falência decretado em 2004.

Os processos tramitavam na Justiça do Trabalho, mas com a decretação de falência, eles foram transferidos para a Justiça Estadual. O juiz Maximiliano Darcy David Deitos, que conduz o processo da massa falida, destacou que para se chegar a esse resultado foi preciso de um trabalho em sintonia da Justiça do Trabalho com a Estadual.

“O juiz Ricardo Turesso, titular da Vara do Trabalho de Rolim de Moura, conduziu de forma exemplar esses processos trabalhistas, sempre trocando informações com a Justiça Estadual, sem qualquer perseguição às partes reclamadas, mas procurando garantir a entrega da Justiça àqueles que procuraram o Poder Judiciário para reaver seus direitos. Tanto minhas decisões, quanto as da Justiça do Trabalho, foram frutos dessa sintonia processual”, destacou o juiz.

O advogado Lauro Paulo Klingeulfus, que defende parte dos trabalhadores, declarou que “tanto da Justiça Especializada do Trabalho como da Justiça Estadual, é digno de elogio nesses processos, pois todos são sabedores da complexidade e das dificuldades ocorridas em seus cursos. Houve processos que chegamos a realizar seis audiências, mas podemos dizer que chegamos um termo plenamente satisfatório”.

Revista Consultor Jurídico, 9 de agosto de 2008, 20h07

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 17/08/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.