Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Rebelião popular

Moradores incendeiam fórum no Pará e juiz é resgatado pela PM

O juiz César Augusto Rodrigues e um promotor foram resgatados por um helicóptero da Polícia Militar do Pará, nesta terça-feira (5/8), depois que centenas de moradores de Viseu (PA) incendiaram o fórum e invadiram a delegacia da cidade. Ninguém ficou ferido. O juiz e o promotor foram levados para a cidade vizinha de Bragança. Os presos na delegacia foram soltos pela população.

Segundo a Polícia Civil, a ação foi um protesto dos moradores contra a morte de um adolescente de 17 anos na noite de segunda-feira (4/8). Familiares afirmam que o jovem foi executado por um policial. Cerca de 70 homens da Tropa de Choque da PM foram à cidade de 53 mil habitantes para ajudar a controlar a situação.

O juiz teve que pular o muro da casa onde mora, ao lado do fórum, para fugir do local. A residência dele foi saqueada. “É lamentável o que aconteceu. Me senti uma autoridade impotente e tive que contemplar a destruição do fórum”, disse o juiz em entrevista à Agência Estado.

Todos os processos foram queimados, inclusive os eleitorais. O juiz César Rodrigues pretende ir ao Tribunal de Justiça do Pará e ao Tribunal Regional Eleitoral, em Belém, para pedir mais segurança em Viseu.

Segundo a PM, o jovem morreu depois de reagir a uma abordagem policial. O rapaz estaria armado com uma faca. Durante uma briga com um policial, teria sido atingido por um disparo.

A PM afirma que atendeu chamado de moradores do bairro da Piçarreira, na periferia da cidade, que reclamaram de quatro pessoas que estavam fumando maconha. Um dos integrantes do grupo seria o adolescente morto

A Secretaria Estadual de Segurança Pública do Pará informou que os três policiais suspeitos de envolvimento no assassinato do adolescente foram afastados de suas funções durante a investigação.

Revista Consultor Jurídico, 5 de agosto de 2008, 22h27

Comentários de leitores

31 comentários

Lamentável. A responsabilidade pela barbárie p...

Tj (Juiz Estadual de 1ª. Instância)

Lamentável. A responsabilidade pela barbárie passa, inevitavelmente, pela omissão do Poder Executivo paraense em prover, adequadamente, o esquálido efetivo da PM de Viseu-PA. Ao colega magistrado paraense minha solidariedade e, a todos, o infeliz registro de que, no interior do Estado do Amazonas, a situação não é diferente. Pelo visto, os estados de Amazonas e Pará - embora sejam os mais ricos da Região Norte - são os que PIOR tratam os problemas de seus municípios interioranos. Parabéns aos Estados de Roraima, Acre e Rondônia, símbolos de Judiciário e Executivo EFICIENTES no interior.

Esse é o verdadeiro caos da segurança pública d...

Shark (Servidor)

Esse é o verdadeiro caos da segurança pública do nosso amado país. Mas como nosso presidente sempre diz: Somos brasileiros e não desistimos nunca. Mesmo com a morte de pessoas, que são esquecidas com o tempo pelos os noticiários, nossas autoridades públicas não se emendam e permanecem com o mesmo discurso de sempre. Meus pesames à familia do rapaz e a população Viseu/PA, que com certeza já deve ter visto muita injustiça.

Ah! se eu estivesse lá, com uma metralhadora qu...

ARRELIA (Jornalista)

Ah! se eu estivesse lá, com uma metralhadora que dispara 200 tiros por segundo, para metralhar esses baderneiros todos igual a PM fez em Eldorado do Carajás!

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 13/08/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.