Consultor Jurídico

Notícias

Ação solidária

Juízes de MT são investigados por desvio de dinheiro

Comentários de leitores

  • Página:
  • 1
  • 2

22 comentários

a maçonaria e maior doque tudo isso que ...

alexandre (Servidor da Secretaria de Segurança Pública)

a maçonaria e maior doque tudo isso que se comenta ela e universal homens livres e d bons costumes q se tratam como verdadeiros irmaos adoramos ao grande arquiteto do universo q e DEUS sem distinçao de raça e credo apenas acreditar em DEUS para sermos felizes sem melindres buscando a paz mundialvendo no proximo um irmao independente de ser maçom ou nao,o homem q se torna MAÇOM deve acima d tudo respeitar a humanidade ou seja seu semelhante ,pois quando JESUS disse q o bem q firzermos ao nosso proximno e a ele q estamos fazendo o bem q G.'.A.'.D.'.U.'. ILUMIONE A TODOS OS IRMAOS ESPARSOS PELO G.'.O.'.U.'.

PARABÉNS, Dr. ORLANDO PERRI, PELA BRAVURA !!! ...

Pe. ALBERTO (Professor)

PARABÉNS, Dr. ORLANDO PERRI, PELA BRAVURA !!! PRECISA TER MUITO "PEITO", CERTEZA E HONESTIDADE PARA ACUSAR ESSES "SEMI DEUSES DAS TORRES DE CRISTAL". OS OUTROS ENVOLVIDOS NA DENÚNCIA NÃO CONHEÇO, MAS ESTE ANTÔNIO HORÁCIO É PREPOTENTE, ARBITRÁRIO,INJUSTO, PREVALECIDO E APARECIDO. CERTAMENTE, ELE IRÁ DIZER QUE EU TAMBÉM SOU MOVIDO PELO ÓDIO ... DEMOROU, MAS ELE SE ENROLOU EM SUAS PRÓPRIAS ARTIMANHAS.

O que é lamentável, os Juizes e Desembargadores...

ousosaber (Advogado Autônomo)

O que é lamentável, os Juizes e Desembargadores que deveriam ser os guardiões da Justiça, muitos a usam para se servir. Deveria haver um dispositivo legal no qual a pena nestes casos com muito mais rigor do que as pessoas comuns, no entanto se um Juiz ou Desembargador é “pego na botija” como diz a gíria popular, ele é afastado se aposenta e ao contrário dos demais funcionários públicos, continuam recebendo seus vencimentos como se nada tivesse acontecido.

Bom dia. Infelizmente, alguns colegas estão ...

Carlos (Advogado Autônomo - Criminal)

Bom dia. Infelizmente, alguns colegas estão levando a questão para uma questão puramente inquisidora. Nós todos reclamamos qdo somos perseguidos, mas estamos fazendo o mesmo sem sabermos o que realmente está ocorrendo. Não se pode colocar a emoção na frente da razão. Onde se proíbe que Juízes sejam católicos, protestantes ou judeus? Se não existe essa proibição, como vamos proibir que sejam maçons? Acaso é crime fazer parte dessa organização? Na sala de juízes vejo crucifixos, quadros religiosos, etc. O Estado é o ou é laico? Se não existe proibição para isso, como vamos proibir fazer parte de qualquer outra organização? Cada um deve expressar sua livre manifestação. Ou se eu descobrir que uma parte é católica e o juiz também, vou começar a pedir suspeição. Isto estaria certo? Vamos começar a pensar ao invés de julgar. Ser maçom, católico, protestante, representante de alguma organização... é tudo a mesma coisa. Ou deixem de participar de qualquer coisa que tenha um curso de organização ou associação. Abraços...

O mais interessante no judiciário matogrossense...

Zé Mané (Outro)

O mais interessante no judiciário matogrossense é que tem pai, filho, sobrinho, ex-assessor e outros afins,de maneira que o que se ora se colhe é fruto de uma seleção inapropriada, sem falar ainda da administração de pessoal, haja vista que elaboração de folha de pagamento de "forma artesanal" demonstra a inexistência de qualquer fiscalização sobre os vencimentos dos magistrados. Por fim, numa política de resultados, tem-se que se ao menos trabalhassem num ritmo que justificasse os seus ganhos legais ou não, tudo seria melhor.

Ai, ai, ai, ai. A velha lorota da "sociedade...

Richard Smith (Consultor)

Ai, ai, ai, ai. A velha lorota da "sociedade 'discreta'"! Papo para boi (ou bode!) dormir.

O máximo que vai acontecer nessa história, é qu...

Marcelo B. da Silva (Advogado Sócio de Escritório - Família)

O máximo que vai acontecer nessa história, é que os mesmos serão condenados à pena mais desejada do ordenamento jurídico brasileiro para aqueles sujeitas a mesma...a aposentadoria compulsória, visto que a mesma se dá pelo salário em vigência da aplicação da sanção segundo os ditames da Lei Orgânica da Magistratura Nacional (Art. 40, V) e infelizmente não vai acontecer a aplicação da demissão a bem do serviço público...enfim, esse é o retrato do corporativismo nesse paisinho de terceiro mundo, até por que, pelo visto, dinheiro para os doutos e nobilíssimos juízes e o desembargador, parece não ser problema, os mesmos têm como se sustentar finaceiramente...

Não se pode julgar a todos por alguns. A maçona...

sois.: (Advogado Autônomo - Civil)

Não se pode julgar a todos por alguns. A maçonaria é muito maior que estes que apenas se aproveitam da mesma. Cumpre esclarecer, ainda, que a maçonaria não é uma seita, mas uma sociedade civil, não é secreta, apenas não admite que qualquer um assista a suas reuniões. Ela é, isto sim, discreta não secreta.

Minha opinião,com motivos que não serão aqui ex...

Ricardo T. (Outros)

Minha opinião,com motivos que não serão aqui expostos, respeitando outras em sentido contrário: Juiz não pode e não deve participar da maçonária.

É interessante que, quando um fato envolve juíz...

gilberto (Oficial de Justiça)

É interessante que, quando um fato envolve juízes ou desembargadores, não existe a tal presunção de inocência e o devido processo legal. Já são condenados sumariamente pelos juízes/comentaristas do Conjur.

...juiz e promotor que, supostamente, devem ser...

Robespierre (Outros)

...juiz e promotor que, supostamente, devem ser independentes, não devem andar em seitas ou associações secretas, pois isso inibe a independência exigida. quanto aos envolvidos, temo que sejam condenados à duríssima pena de aposentadoria com vencimentos integrais. Um escárnio.

MAÇONARIA=pedreiro,construtor,estas sao as def...

alexandre (Servidor da Secretaria de Segurança Pública)

MAÇONARIA=pedreiro,construtor,estas sao as definiçoes para MAÇOM ,CONSTRUTOR de um mundo melhor,onde homens livres e de bons costumes se reunem para CONGREGAREM-SE FRATERNALMENTE COMO IRMAOS ,NAO TOMEMOS TODOS POR ALGUNS,SAIBAMOS SEPARAR O JOIO DO TRIGO ,melhorar O INDIVIDUO pois se melhorando melhora-se o mundo.'.

Não tenho nada contra a maçonaria. Sou de famíl...

http://promotordejustica.blogspot.com/ (Promotor de Justiça de 1ª. Instância)

Não tenho nada contra a maçonaria. Sou de família de maçons. Devo ter sido sondado/convidado por umas 30 vezes... Sempre recusei. Promotor e Juiz em maçonaria, ao que vejo por parte de alguns colegas, mitiga a independência que o cargo reclama...

Está na Constituição Federal, ninguém pode sofr...

Paulo AB Camargo (Juiz Estadual de 1ª. Instância)

Está na Constituição Federal, ninguém pode sofrer proibição de qualquer espécie por frequentar seita, culto ou a religião que quiser. Se o nobre comentarista OpusDei entende que a Maçonaria é uma praga, isso é opinião dele, mas que não se sobrepõe à Lei Maior da República que manda que se respeite todas as crenças, ainda que a Maçonaria não seja uma religião ou seita, mas uma associação civil, com estatutos registrados em Cartório e, portanto, pública e não secreta.

Nem imagino quais sejam os objetivos da maçonar...

Embira (Advogado Autônomo - Civil)

Nem imagino quais sejam os objetivos da maçonaria, já que é uma seita secreta e o que lá se passa eles “só contam para o bode”. O Dr. OpusDei afirma “que tem como única, exclusiva e primordial finalidade a defesa de interesses pessoais”. Não creio que seja só isso: eles têm princípios religiosos, acreditam em Deus, prestam assistência social, devem interferir na vida política e administrativa de todos os entes da Federação, já que formam uma comunidade poderosa. Proibir a participação de magistrados na maçonaria, através de portaria do CNJ, parece impensável pelas razões expostas. Se é que muitos entram na maçonaria por interesses pessoais, então aqueles que não estão precisando de ajuda, como os magistrados, lá entraram por altruísmo, para ajudar os outros, ou então, como se diz por aí, entraram de gaiatos.

A opinião que me antecede, do nick "Magistrado"...

OpusDei (Advogado Autônomo)

A opinião que me antecede, do nick "Magistrado" é singela e cheia de boa vontade para com os juízes matogrossenses. De alvitre mencionar que BOA ou MÁ-fé são subjetividades que uma perícia técnica não tem o condão de apurar, por isso não se afirmou taxativamente que agiram de má-fé. Por outro lado, o que realmente é de se estranhar, E MUITO, é o pagamento de tais verbas quase que exclusivamente aos juízes envolvidos, um verdadeiro "disparate". E quanto ao pagamento de verbas parecidas justamente ao corregedor, quem garante que isto não foi deliberado justamente para deixá-lo comprometido sem querer? Por derradeiro, é lamentável que estas seitas e organizações pseudo-secretas ("homens de preto"?!) que tem como única, exclusiva e primordial finalidade a defesa de interesses pessoais, se infiltrem como se infiltram no Poder Judiciário. O lugar onde existe o maior adubo para maçons, por incrível que pareça, é justamente no Poder Judiciário (!). Está na hora do CNJ banir esta praga e baixar uma portaria proibindo que membros do Poder Judiciário façam partes de seitas secretas que tem como objetivo interesses que não aqueles da coletividade e do próprio Judiciário, isto só desmecere a Justiça e os juízes.

Trecho do artigo: "A auditoria afirmou que 'a n...

Paulo AB Camargo (Juiz Estadual de 1ª. Instância)

Trecho do artigo: "A auditoria afirmou que 'a nítida impressão obtida é que as diversas irregularidades encontradas não foram cometidas por má-fé ou fraudes, mas por falta de conhecimentos necessários para que fossem executados de forma correta'. E sugeriu mudanças. A própria auditoria, que pelo visto foi feita por equipe competente, verificou que não há má-fé ou fraude, mas falta de conhecimento do órgão técnico responsável pelos pagamentos. Agora, qualquer funcionário público está sujeito a receber um pagamento em seu hollerith, principalmente verba indenizatória, sem saber que aquela verba não é permitida por lei (exemplo, uma indenização baseada numa lei estadual que foi considerada inconstitucional). Não é especificado no hollerith a lei de onde está vindo a verba indenizatória para que o próprio funcionário faça a verificação de sua regularidade. Há presunção de boa-fé do funcionário que recebe a verba em seu hollerith, que se supõe regular.

E....não foi preciso "grampo" !!!! Confirma a ...

jabuti (Advogado Autônomo)

E....não foi preciso "grampo" !!!! Confirma a tese que existem OUTRAS maneiras de investigar, algo já esquecido pelos brasileiros...

O grande problema da maçonaria é o bode: não há...

Embira (Advogado Autônomo - Civil)

O grande problema da maçonaria é o bode: não há milho que aguente!

Misericórdia !!! Não vai sobrar pedra sobre ped...

veritas (Outros)

Misericórdia !!! Não vai sobrar pedra sobre pedra . Caso seja verdadeira esta noticia este país esta fadado a desintegração total.

  • Página:
  • 1
  • 2

Comentar

Comentários encerrados em 8/05/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.