Consultor Jurídico

Ampla defesa

Processo é anulado por juiz não permitir contraditório

A 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal anulou procedimento penal instaurado contra um acusado de tráfico de drogas. Motivo: o juiz responsável pelo caso não respeitou a regra do contraditório prévio no recebimento da denúncia, prevista na Lei de Tóxicos.

Segundo o relator, ministro Celso de Mello, a inobservância do rito do contraditório entra em “conflito manifesto com a jurisprudência da Corte”. Ele e os demais ministros da Turma decidiram superar a Súmula 691, do STF, que os impede de analisar Habeas Corpus ajuizado contra decisão liminar de tribunal superior.

O acusado teve seu pedido de liminar em Habeas Corpus rejeitado pelo Superior Tribunal de Justiça.

HC 93.581




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 29 de abril de 2008, 18h35

Comentários de leitores

6 comentários

Engraçado, pensei que houvesse un check list pa...

Bira (Industrial)

Engraçado, pensei que houvesse un check list para evitar distrações.

Dr. Ronaldo : não se anula a Ação Penal ; o que...

acdinamarco (Advogado Autônomo - Criminal)

Dr. Ronaldo : não se anula a Ação Penal ; o que se anula é o Processo Penal. Questão técnica, meu prezado. Aprende-se numa boa Escola. acdinamarco@aasp.org.br

Sr. Luismar : o senhor vai morrer bacharel. ac...

acdinamarco (Advogado Autônomo - Criminal)

Sr. Luismar : o senhor vai morrer bacharel. acdinamarco@aasp.org.br

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 07/05/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.