Consultor Jurídico

Comentários de leitores

38 comentários

O fato é que a politica de repressão falhou em ...

acs (Advogado Assalariado)

O fato é que a politica de repressão falhou em todo o mundo.A cada ano os EUA gastam bilhões de dolares a mais com o DEA e a cada ano os americanos usam mais drogas ilegais.São Paulo disse;Tudo vale mas nem tudo me convém.Quem não quiser fumar não será obrigado por ninguém,entretanto querer impedir o outro de fazer o que julga correto é facismo.

Parabéns desembargador Ricardo Cardozo de Mell...

Neli (Procurador do Município)

Parabéns desembargador Ricardo Cardozo de Mello pela proibição da marcha da maconha. Um absurdo essa marcha que seria apologia à droga.

Parabéns ao MP da Bahia. Só faltava essa agora!...

lu (Estudante de Direito)

Parabéns ao MP da Bahia. Só faltava essa agora! Esse tipo de movimento é apologia ao crime. Liberdade de expressão tem limite!

Interessante, Por que não fazermos a marcha de...

patriotabrasil (Contabilista)

Interessante, Por que não fazermos a marcha de proteção a integridade familiar, ao casamento entre homens e mulheres como era no meu tempo? Por que não fazemos a marcha para respeito aos idosos, temor ao criador? Incrível, isso é entristecedor, logo na Bahia acontece essas coisas. Que pena. Aqui começou o Brasil, devíamos ser exemplo pois sabemos que temos muitos bainos que sabem tocar violino, piano etc...

A Juíza decidiu acertadamente. Não se pode admi...

Plinio Morely (Advogado Sócio de Escritório)

A Juíza decidiu acertadamente. Não se pode admitir movimentos que visem a apologia de crime (art.287 do Código Penal)

Alguns tentam a todo custo manter o romantismo ...

Bira (Industrial)

Alguns tentam a todo custo manter o romantismo do crime, óbvio, algum interesse há nessa boa vontade.

Sinceramente é o fim da pica! A nota de que não...

Sargento Brasil (Policial Militar)

Sinceramente é o fim da pica! A nota de que não querem com o evento estimular o uso, plantio e tráfico da "canabis sativa" é uma piada. Então porque essa "marcha"? Deviam sim, fazer uma marcha para erradicar todo consumo de drogas, como a propria maconha, sckank, cigarros, aguardentes, merla, cocaina, crack, haxixe, anfetaminas, ecstasy, LSD e todas elas. Onde já se viu um movimento desses, para prejudicar a própria saúde? Procurem fazer algo útil, estão gastando tempo à toa, procurem trabalhar.

Francamente... Se fosse para arregimentar pess...

Meire (Estudante de Direito - Tributária)

Francamente... Se fosse para arregimentar pessoas com o fito de protestar contra viagens em que governador leva em viagem internacional sogra, esposa e Deus sabe lá quem mais, às expensas do dinheiro público, duvido que conseguiriam. No entanto, são capazes de se reunir em prol de uma "marcha da maconha"... Será que este país tem jeito???

Seremos uma nação mono-cultura, até pintar outr...

beto (Funcionário público)

Seremos uma nação mono-cultura, até pintar outra marcha para liberar a cocaína. Além do mais será bem mais fácil para a classe política nos palanques e um bando de alucinados viajando nas idéias deles que será mais comedia os comícios. Acabara de vez o ultimo resto de massa critica na cabeça do povão. Agora o usuário esporádico/eventual é outra história. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa, esta parte final só os maconheiros vão entender. Cuidado se vc entendeu!!! O ex-presidente FHC e o Bill Clinton fumaram mais um ñ tragou. Então ñ se intoxicou. Quanta clinica de desintoxicação vamos abrir? Haverá uma sobre-carga no sistema do SAMU... Sou a favor de estudar as propriedades da plantinha, pois os efeitos sobre o organismo a ciência já sabe, são nefastos...

Se liberar extrai o THC pelo menos (sou acadêmi...

beto (Funcionário público)

Se liberar extrai o THC pelo menos (sou acadêmico de Direito, trabalho em Hospital há 26 anos vejo todos os dias os efeitos do cigarro, imagina os da Maconha). A profilaxia aplicada a marcha dos doidões ñ é realmente a forma correta. Mostra que realmente a Democracia no Brasil é uma ditadura imposta de cima para baixo, e o estado democrático de direito pura ficção. Utopias a parte "Pensemos o pior, a liberação da maconha para os dependentes químicos, mas sem o THC o principio ativo" diga aí: Quem plantara Arroz e feijão? Seremos uma Nação de Doidões com o cérebro de mingau. Todo Agricultor visara o lucro absurdo da Erva brava, até porque um (1) Kg (quilograma) de abóbora ou giremo é sem atravessador é 0,23 e o 1kg de Maconha uns Mil reais. Pense você como produtor rural plantaria outra cultura?

Vão-se os argumentos e fica a ironia? Lament...

Vitor M. (Advogado Associado a Escritório)

Vão-se os argumentos e fica a ironia? Lamentável...

Além de uma violência pusilânime e hipócrita, e...

Luís da Velosa (Advogado Autônomo)

Além de uma violência pusilânime e hipócrita, esqueceram-se que a "Cidade da Magia" encontra-se infestada de criminalidade de todo matiz. Para este lado olham obliquamente. Aliás, dizem que nas "prisões" da Boa Terra o "turista" encontrará a "canabis sativa" com o maior teor de THC.

Maconheiros se rebelando?

Nicoboco (Advogado Autônomo)

Maconheiros se rebelando?

Tudo culpa dozamericano... rs rs rs

Nicoboco (Advogado Autônomo)

Tudo culpa dozamericano... rs rs rs

Preconceito não ajuda em nada, só distorcve a d...

Vitor M. (Advogado Associado a Escritório)

Preconceito não ajuda em nada, só distorcve a discussão. Sr. Nicoboco, oas maconheiros já possuem diversos representantes no Congresso que assumem postura semelhante aos organizadores da passeata, vide Fernanado Gabeira, deputado mais do que criticado por suas posições e por usa eventual opção sexual, mas que, ao contrário dos defensores da "moralidade", não recebeu mensalão, não se meteu em falcatruas e tem, até o momento, uma conduta ilibada e sem qualquer arranhão. Enquanto isso, os moralizadores continuam defendendo o coronelismo e a velha safadeza que só se presta aos mesmos moralistas. Fora isso, faço minhas as palavras de rodrigomesquita. Movimentos sociais não precisam de um parlamentar que legitime seus anseios e propostas. Sobre a inconstitucionalidade da liberação da maconha, este é um argumento típico de quem fala o que não sabe. Continuo entendo que mudanças vêm do choque com os velhos conceitos e "pré-conceitos" da sociedade. Vedar esse embate com base, justamente, nos conceitos que estão sendo questionados é um ato anti-democrático e autoritário.

Reginaldo Azevedo? Ora, ora... não mais que ...

rodrigomesquita (Advogado Associado a Escritório - Eleitoral)

Reginaldo Azevedo? Ora, ora... não mais que isso haveria de se esperar de tal pessoa. Será que todos os anseios sociais devem ter necessariamente um parlamentar militante da causa para conceder-lhes legitimidade? E a soberania popular, a iniciativa popular? Triste.

Decisão absurda, violadora de direitos constitu...

George Rumiatto Santos (Procurador Federal)

Decisão absurda, violadora de direitos constitucionais. Quanto ao preconceituoso e desinformado comentarista Nicoboco, não há nem de se refutar suas asserções. Por enquanto, a legalização é inconstitucional? Vá estudar antes de sair comentando bobagens sobre assuntos de que não entende. E a sociedade não precisa do Congresso para discutir os temas que ache relevantes. A sociedade civil organizada deve, sim, levantar movimentos como esse, para que atue verdadeiramente como elemento transformador da realidade que a circunda. A proibição da maconha é uma medida ultrapassada, que teve início em razões de política norte-americana no século passado. Não tem mais qualquer razão de ser.

Se os maconheiros "querem patrocinar a causa, q...

Nicoboco (Advogado Autônomo)

Se os maconheiros "querem patrocinar a causa, que arrumem um representante no Congresso que esteja disposto a assumi-la." Leiam mais em: http://veja.abril.com.br/blogs/reinaldo/

Caro Luiz Mendes, algumas considerações acerca ...

rodrigomesquita (Advogado Associado a Escritório - Eleitoral)

Caro Luiz Mendes, algumas considerações acerca de sua pergunta: O uso de drogas é uma decisão unilateral, não desconsiderando, porém, as influências sociais (como em qualquer atitude do homem, ser eminentemente social). A relação sexual consentida é ato bilateral (ou plurilateral, depende dos adeptos), deste modo, carece de coerência sua comparação entre uso de drogas que não álcool e nicotina e pedofilia. Uma criança é muito mais vulnerável às influências externas que um adulto, e, mesmo que não influenciada, seu consentimento pode ser dado de maneira viciada pelo simples temor reverencial. A proibição das drogas é principalmente fator moral. Não que a moral deva estar excluída da regulação social estatizada, mas no caso em tela há grande dose de preconceito. Este equívoco enseja outros, que por sua vez corroboram a situação catastrófica em que se encontram os países pobres produtores de drogas e os entrepostos. O Estado proscreve conduta individual no que tange ao consumo, e ao falhar na repressão à conduta comercial (tráfico) direciona ao usuário o ônus de seu fracasso ao creditar a ele as mazelas do comércio ilegal de drogas. Ou seja, "Eu, Estado, não quero que você use e não quero que você queira usar porque eu não sei como resolver o problema que criei e me dispus a resolver e não consegui". Quanto à investida do MP da Bahia só tenho a lamentar. Terra tão bela e de povo tão nobre merece defensor a altura. Sejamos forjadores do Direito, não meras formas de linha de produção. Saibamos trabalhar o pensamento e examinar as nuances sociais de maneira crítica. Saia do seu quintal e olhe pro mundo. "Over himself, over his own body and mind, the individual is sovereign" - John Stuart Mill

Prezado Lucas, as informações prestadas por voc...

Vitor M. (Advogado Associado a Escritório)

Prezado Lucas, as informações prestadas por você sobre a Holanda estão equivocadas e normalmente são ditos pelos que são contra a legalização. Na Holanda a liberação do uso trouxe aumento de consumo entre a população adulta nos primeiros anos, hoje, diante do contato direto com os malefícios causados pelas drogas a nova geração na Holanda se droga cada vez menos. Nada melhor para evitar o uso do que a demonstração "in locu" do que a droga é capaz de causar a um ser humano. Ademais, os hábitos que você rotula de degradantes acompanharama humanidade em toda a sua história e são fruto de uma faceta do ser humano. Acho que a posição da Holanda é a menos hipócrita, apenas isso. Veja que os países que mais reprimem o uso de drogas são os maiores mercados consumidores (vide EUA, o maior consumidor de cocaína no mundo). Sem falar da elevação do preço e do enriquecimento das máfias que vendem a substância proibida, a cocaína hoje está mais cara que o ouro! Temos ainda que, apesar de reprimida, a prostituiçãos emrpe existiu e, pelo jeito, vai semrpe existir. Adianta marginalizar quem se envolve com essa prática? na minha opinião, não, o meolhor é realmente regulamentar a atividade e taxá-la, ao menos a sociedade pode se valer de alguma compensação por isso.

Comentar

Comentários encerrados em 7/05/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.