Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Rumo ao labor

Tempo que motorista gasta até chegar no trabalho é hora extra

O tempo gasto pelo motorista até chegar ao local de trabalho, em outra cidade, integra a jornada do empregado para todos os efeitos legais, pois configura tempo à disposição do empregador. O entendimento é da 1ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais.

Os desembargadores negaram recurso ajuizado por uma empresa de transporte coletivo que tentava afastar decisão de primeira instância que a condenou a pagar horas extras a um motorista.

“Compartilho do entendimento do juiz de primeira instância quando assinala que a empresa deve assumir os ônus da prática adotada em relação às escalas de trabalho, na medida em que torna imprescindível o deslocamento do empregado de uma cidade para outra, a fim de iniciar a sua jornada”, destacou a relatora, desembargadora Deoclécia Amorelli Dias.

De acordo com ela, ficou constatado que o motorista fazia, em média, cinco deslocamentos por mês para cumprir escalas fixadas de acordo com a necessidade da empresa. Portanto, no entender da relatora, se a ré prevê a entrada em serviço do empregado em município distinto da sua residência, deve remunerar o tempo gasto nesses deslocamentos como horas extras, já que esse período configura tempo à disposição do empregador.

RO 00807-2007-053-03-00-6

Revista Consultor Jurídico, 25 de abril de 2008, 0h01

Comentários de leitores

3 comentários

Pelo que vejo neste caso não é o empregado que ...

MFG (Engenheiro)

Pelo que vejo neste caso não é o empregado que reside fora da localidade da empresa em que trabalha mas sim a empresa é que provoca o seu deslocamento. A decisão a meu ver está correta.

É inviável constituir uma empresa no Brasil.CLT...

Mig77 (Publicitário)

É inviável constituir uma empresa no Brasil.CLT e Justiça do Trabalho não atendem a empregados e empregadores.Atende aos juízes, procuradores da JT,advogados trabalhistas e o resto além é lógico dos brasileiros natos, aqueles que gostam de subtrair o dinheiro alheio.

Seria melhor a empresa contratar somente funcio...

E. COELHO (Jornalista)

Seria melhor a empresa contratar somente funcionários que moram no mesmo município da prestação de serviço. Por outro lado, não se pode permitir exageros, pois, brevemente o empregado vai pedir hora extra pelo tempo gasto para tomar banho, trocar de roupa, escovar os dentes, lavar as mãos, tomar o ônibus, etc.

Comentários encerrados em 03/05/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.