Consultor Jurídico

Notícias

Holofotes federais

Prisão de advogado reacende críticas a ação-espetáculo

Comentários de leitores

63 comentários

Estão esquecendo de inserir nos comentários que...

TARABORI (Advogado Autônomo)

Estão esquecendo de inserir nos comentários que as instigações da PF são de "gaveta" e a cada possibilidade de "escândalo" no Governo Federal, este, pede aos seu policiai subservientes um "episódio cimematográfico" para ofuscar o possível escandalodo governo. è só ir na gaveta e "buscar um roteiro" que dê IBOPE. Está é a nossa Polícia Federal de Hoje. Meramente subserviente.

Responder

Vamos acabar com o corporativismo. Tem muito co...

Contribuinte Indignado (Advogado Autônomo - Civil)

Vamos acabar com o corporativismo. Tem muito colega que merece apodrecer na cadeia. Cada caso é um caso!

Responder

Caro Félix, Não dê ouvidos a esse imbecil dess...

Contribuinte Indignado (Advogado Autônomo - Civil)

Caro Félix, Não dê ouvidos a esse imbecil desse Alexandre. O cara é tão medíocre que em TODAS as manifestações, conclui com um rs ( risos). Quanto mais vc responder a essa bicha, mais ela fica excitada. Use o ditado: " Os cães ladram e a caravana passa"

Responder

Eu acho que esse Alexandre é CORNO e vem curar ...

Contribuinte Indignado (Advogado Autônomo - Civil)

Eu acho que esse Alexandre é CORNO e vem curar as feridas da testa neste site.

Responder

Existem pessoas que só entram neste site para f...

Contribuinte Indignado (Advogado Autônomo - Civil)

Existem pessoas que só entram neste site para ficar ofendendo os outros sob o manto da impunidade. Esse desocupado desse Alexandre é um deles. Já é manjado!

Responder

Não resta dúvidas nem mesmo para o leigo que o ...

striluc (Advogado Autônomo)

Não resta dúvidas nem mesmo para o leigo que o país esta voltando a trágica ditadura. A OAB não tem como saber de todos os fatos ocorridos, mas pode a partir deste fato tem o DEVER de iniciar uma discussão que promova a proteção Constitucional do direito á liberdade, à imagem e outros direitos violadas por uma inescrupulosa atitude generalizada de intimidação popular. Pessoas se curvam ao grampo telefônico como se nada estivesse acontecendo. Que a OAB aproveite o fato ocorrido não só para um DESAGRAVO mas também para defender a sociedade como um todo. Existem pessoas que não possuem tal capacidade financeira ou intelectual que também estão sendo presas e algemadas diante de seus filhos após serem SUSPEITOS e não se chegando a conclusão do fato criminoso são postas de volta aos seus lares, filhos envergonhados, honra consumida, e a PF não dá a satisfação à altura, como fez na hora de prender tal SUSPEITO. A resposta deve ser à altura do fato. Os que não são condenados pela Justiça já estão sendo condenados antes pela imprensa. Façam uma lista das MEGA OPERAÇÕES DA PF, façam a lista dos humilhados publicamente e depois façam a lista dos que respondem a processos relacionados à prisão, após isto façam a lista dos que estão condenados. Aos desavisados de plantão que fazem festa com a desgraça alheia, procurem se informar sobre as correspondências violadas na ditadura, procurem saber sobre tudo que aconteceu naquela época, descobrirá semelhanças inacrditáveis.

Responder

Retórica há várias. Vá estudar o que é sileps...

Leitor1 (Outros)

Retórica há várias. Vá estudar o que é silepse. Vá estudar a retórica recifense. Vá estudar a retórica aristotélica. Antes, vá aprender um pouco de educação e humildade. Não fazem mal a ninguém... Reitero: Félix, vc se acha o 'tal'... Pena, para vc, que apenas vc acha isso... Deve morrer de inveja dos letrados, não é não? rs

Responder

Félix, Vá estudar, depois venha falar comigo....

Leitor1 (Outros)

Félix, Vá estudar, depois venha falar comigo. Além de mal educado, é ignorante. Busca arrotar uma cultura que não possui. Fala em lógica, mas provável que sequer saiba do que se cuida... Vc é hilário... Vá procurar a sua turma... Aliás, aposto que vc não leu mesmo os livros que mencionei, não é mesmo? Para quem não sabe alemão, vc consegue uma versão em francês... Agora, pelo visto, nem mesmo o idioma português vc domina... Quanto ao seu trauma, tente concurso de novo. Quem sabe, com alguns anos de estudo, vc passe na primeira fase...

Responder

Gostaria de saber se o Sr.D'Urso algum dia visi...

Márcio (Advogado Autônomo)

Gostaria de saber se o Sr.D'Urso algum dia visitou algum advogado que não fosse "abonado" em alguma carceragem do Estado de São Paulo, para "defender suas prerrogativas"...quem não deve nada teme...e a Polícia Federal sabe o que faz, hoje é uma das únicas instituições da qual o brasileiro sente orgulho...parem com o corporativismo.

Responder

Mas Alexandrte...desde quando alguém tem que se...

Félix Soibelman (Advogado Autônomo)

Mas Alexandrte...desde quando alguém tem que ser grande intelectual para ser superior a vc. intelectualmente? De onde vc. tirou isso? Ah, já sei: da mesma fonte onde tomou a idéia idiota de que dizer que decisões de juízes de primeira instância não consusbtanciam presunção de nada é o mesmo que chamá-los de juizinhos. Essa besteirada completa de gente despreparada que ainda confunde lógica com retórica e quer arrotar alemão comos e isso fosse distintivo de grande coisa é mesmo algo hilário. Vá estudar e deixar de falar besteoira, Alexandre. Vc. só erra o tempo inteiro e melhor seria, no lugar de meter os pés pelas mãos, pensar bem antes de escrever babaosieras como essas. "Lógica jurídica"? Será que vc. sabe do que está falando? A discussão em torno dessa terminologia é grande e a minha opinião é que nunca existiu uma lógica jurídica diferente da pura e simples lógica e ponto final, mas há autores que a reconhecem, sim, como algo distinto. Só que eu duvido que vc. saiba diferneciar as duas coisas, dada a fraqueza com que argumenta, sempre detem]ndo-se no ad hominen e criando espantalhos sem fim.

Responder

As algemas foram mesmo excessivas, e além disso...

macedo (Professor Universitário)

As algemas foram mesmo excessivas, e além disso tenho minhas dúvidas sobre outros direitos desrespeitados na situação. Os direitos humanos no Brasil e no mundo são desrespeitados todo o tempo, o direito a vida é desrespeitado por todos estes corruptos que se esbaldam em dinheiro público enquanto milhares de miseráveis morrem de fome. No sentido de pirotecnia por parte da mídia, concordo plenamente. A mídia não pode fazer o que bem entende divulgando o que queira também. tem que respeitar a LEI. A LEI é para todos, e é um absurdo o que querem: Um a impressa sem regulação. A imprensa deve ter uma lei, pode não ser a lei dos militares, mas alguma limitação eles têm que ter. Não podem acusar em rede nacional sem provas e o lesado ficar até sem o direito de resposta. Isto é um absurdo!

Responder

Está na hora da OAB e outras entidades organiza...

Murassawa (Advogado Autônomo)

Está na hora da OAB e outras entidades organizadas deste País mobilizar e produzir barulho no sentido de coibir arbitrariedades cometidas pelas "AUTORIDADES" constituídas deste País, pois, eles tem ridicularizados pessoas da sociedade sem se preocupar com os prejuízos que causam.

Responder

http://conjur.estadao.com.br/static/text/37258,...

Leitor1 (Outros)

http://conjur.estadao.com.br/static/text/37258,1. http://conjur.estadao.com.br/static/comment/61014

Responder

Aliás, quando fores escrever sobre a 'função so...

Leitor1 (Outros)

Aliás, quando fores escrever sobre a 'função social do contrato', favor citar Karl Larenz (Geschäftsgrundlage und Vertragserfüllung). Do contrário, fica realmente algo muito superficial, rs.

Responder

Por fim, Vc sustenta o que segue: "Mas is...

Leitor1 (Outros)

Por fim, Vc sustenta o que segue: "Mas isto se explica por um fator extra-lógico, idiossincrático, ou seja, nos costumes: no lastro do puxa-saquismo ou da tentativa de intimidação pela autoridade, tentar sempre desviar o que dizemos para transformar em ofensaá autporidade e asism te rcom que retaliar. Coisa muito típica de juízes e promotores medíocres, que adoram processar advogados usando desse expediente. Não digo de modo algum que vc. esteja fazendo isso, mas, sim, que parece um herdeiro inconsciente desse procedimento". O contraditório, Soibelman, é que a sua manifestação é a prova cabal da cultura do bacharelismo. O sujeito acha que (a) há uma verdade; (b) dispõe de meios reais de alcançar a verdade, a tal 'lógica jurídica'; (c) ele é o iniciado. Vc tem problemas com juízes e promotores ("Coisa muito típica de juízes e promotores medíocres, que adoram processar advogados usando desse expediente"). Por quê? Por acaso não conhece advogados medíocres também...? Há gente medíocre em todo canto... A tal 'cultura da intimidação' é muito mais comum na Academia. É o tal costume de apoiar-se em argumentos de autoridade..., como vc pretensamente busca fazer. Demonstra que não se distancia muito daquilo justamente que acredita. Ao contrário, pelo que vejo em seus comentários (como aquela disputa com o o Toron), vc não gosta de ser contrariado. Não tem disposição para um debate aberto; para a crítica sadia... Todos são uns 'medíocres', salvo aqueles que concordam com vc... Mas, como vc disse, só posso ser disléxico... rs.

Responder

Félix Soibelmann, Vc se julga um grande int...

Leitor1 (Outros)

Félix Soibelmann, Vc se julga um grande intelectual. Não sei com lastro no quê... Afinal, decorou algumas fórmulas, algum falar empolado... Pensa estar em condições de fazer recomendações para os demais, como se todos fossem seus alunos... Eu NÃO sou, NEM QUERO SER... Afinal, não reconheço em vc essa superioridade intelectual. Tampouco conheço alguém que recomende aquele dicionário eletrônico. Quanto à suposta tentativa de intimação, acho que vc está enganado. Tanto quanto vc, não gosto de agradar os demais. Não ligo para a opinião alheia, e sou incisivo na defesa do que acredito. REITERO: VC SUPÕE QUE TODOS QUANTO DISCORDAM DAS SUAS SUPOSIÇÕES SÃO UNS NEÓFITOS. Afinal, como podem ousar discordar da opinião do culto; do insigne; do gigante intelectual, Dr. Félix. Somente alguém que disléxico... Ao menos o senhor acha, não é mesmo? QUE EGO ENORME... Freud explica. Caso quisesse aulas de lógica, iria tê-las com quem realmente sabe do assunto... Iria buscá-las junto ao texto de Hegel, em alemão mesmo, Wissenschaft der Logik... Mas, não irei discutir com vc, porquanto tenho mais o que fazer... Sem intenção de ofendê-lo, MAS igualmente sem que tolere ser ofendido, PASSAR BEM.

Responder

Alexandrte, já esperava igual bla=bla=bla seu.,...

Félix Soibelman (Advogado Autônomo)

Alexandrte, já esperava igual bla=bla=bla seu., Quem não sabe argumentar faz isso mesmo.O caso é que a premissa é: "decisão não transitada me julgado não elimina a presunção de inocência; logo, é completamente errada a suposição, mormente num simples despacho, que o que emana de um magistrado é verdadeiro, contra a inocência do réu, simplesmente por emanar de um magistrado; a simples possibilidade de reexame crítico da decisão já é atestado de não haver presunção nenhuma em favor de magistrados de primeira instância, mormente no processo penal" Se numa "leitura disléxica" alguém não consegue entender o que lê, deduzindo no que digo absurdos como o menosprezo aos juízes de primeira instância, nada posso fazer. Mas isto se explica por um fator extra-lógico, idiossincrático, ou seja, nos costumes: no lastro do puxa-saquismo ou da tentativa de intimidação pela autoridade, tentar sempre desviar o que dizemos para transformar em ofensaá autporidade e asism te rcom que retaliar. Coisa muito típica de juízes e promotores medíocres, que adoram processar advogados usando desse expediente. Não digo de modo algum que vc. esteja fazendo isso, mas, sim, que parece um herdeiro inconsciente desse procedimento. Quanto a Chaim...meu caro.,.eu recomendo a vc um livro básico de lógica...No fundo acho que vc nem sabe o que é retórica, porque é de lógica que estamso tratando. No fundo acho que é vxc. intelecutlamente tem que comer muito feijão com arroz para me enfrentar, mas deixemos essa bobagem para lá. Abraços

Responder

Nesta semana, dia 23/04, fui também, vítima de ...

Edson Sampaio (Advogado Autônomo - Civil)

Nesta semana, dia 23/04, fui também, vítima de execração pública quando fui violentamente preso e algemado e empurrado para a traseira da viatura Tático Móvel nº 9454 do 13º BPM de BH/MG, comandada por um despreparado sgt de cor negra de nome Gedézio e praticado pelo muito menos despreparado cbpm Venâncio. O ato arbitrário da prisão ilegal e imoral foi presenciado por quase quinze pessoas, na rua Severino Natividade Lara nº 72, aglomerado do bairro São João Batista, em Venda Nova - BHMG, ao argumento de que eu, advogado (e ex-Policial Civil de MG), teria desobedecido a ordem do tal cabo para encostar na parede e abrir as pernas. Como o infeliz e despreparado cbpm não tinha argumento jurídico algum para continuar seu ato cruel e covarde, lançou no BO que eu teria tentado arrancar com uma moto e passar por cima dele. Ora, somente um doente mental praticaria tal ato com uma enorme arma semi-automática apontada permanentemente para sua cabeça. Sofri as agruras de um perigoso bandido. Fui execrado publicamente, sofri a maior das humilhações e nada ninguém podia fazer. Nem chamar minha família e nem chamar um advogado porque, segundo o cb Venancio eu estava incomunicável... Meu sofrimento, do dia 23/04 até a presente data culminou com tratamento psicológico já que na minha mente só consigo lembrar da cor do sargento, da e da atitude irresponsável do cb que gritava como se estivesse gritando com um bandido muito perigoso. Já denunciei o fato à minha egrégia OAB/MG e darei continuidade às minhas denúncias aos demais órgãos competentes, inclusive internacionais, para que providências sejam tomadas de forma a punir, exemplarmente esses dois insetos que povoam uma Polícia Militar de tanto respeito no meu Estado de Minas Gerais. EDSON SAMPAIO -ADVOGADO - BH/MG

Responder

Félix Soibelmann, Essa foi a impressão caus...

Leitor1 (Outros)

Félix Soibelmann, Essa foi a impressão causada pelo seu comentário. Uma tremanda desqualificação dos juízes de 1ª instância... Aliás, você sempre parece supor que aqueles que discordam da sua magnânima opinião não sabem argumentar, não é mesmo? Ademais, conquanto conheça e respeite o postulado do respeito ao estado de inocência - previsto no art. 5º, inc. LVII, CF/88 - não é disso que se cuida aqui... Afinal de contas, esse é um critério jurídico para aquilatação da responsabilidade criminal, perante o Judiciário. O que questiono - tema distinto - é a responsabilidade moral, advinda do comportamento aferido no dia a dia da vida de relação. O critério jurídico de aquilatação de culpa, na temática penal, não move o mundo... Seria um tremendo absurdo exigir que o sujeito injuriado, p.ex., tivesse que esperar o trânsito em julgado de sentença penal para que pudesse exigir retratação do injuriante, p.ex. Também seria absurdo supor que todos devam, mesmo, serem tidos como cândidos - a despeito das graves suspeitas e indícios - em temática eleitoral... É isso que questiono. E vc não oferta resposta satisfatória... Afinal, cadê a sua manifestação a favor da apuração isenta - MAS RIGOROSA - das acusações? Caso seja verdade que o advogado subtraiu recursos de nós todos - povo - isso não o choca? Não o agride? Por que todas as manifestações estão orientadas apenas à tutela (ainda que necessária) do devido processo, SEM QUE IGUAL INDIGNAÇÃO SEJA MANIFESTADA QUANTO À CORRUPÇÃO; AO CRIME E À CONTÍNUA APROPRIAÇÃO PRIVADA DO QUE É PÚBLICO? Quanto ao mais, essa sua suposição de que possa dar aulas de retórica, eu dispenso. Prefiro ficar com Chaim Perelmann, com muito mais profundidade... Passar bem.

Responder

Realmente é duro debater com quem não sabe argu...

Félix Soibelman (Advogado Autônomo)

Realmente é duro debater com quem não sabe argumentar. Não sei mesmo em qual comentário alguém falou que há os "juízinhos de primeira instância". Onde será que alguém disse isso? O que se falou foi que o que emana de juízes de primeira instância não nasce com presunação de verdade, ou pelo menos que esta é no máximo relativa, uma vez que é sujeita ao reexame pela via recursal. Não fosse assim não estaria consignado que somente o trânsito em julgado pode eliminar a presunção de inocência...Pensando bem, por isso, a presunção de inocência continua a favor do réu , mesmo já condenado em primeira instância. Reformo o que eu disse acima e digo que nem mesmo relativa é a presunção de que aquilo que o juiz de primeira instância determina expressa uma verdade. Se isso é chamá-los de "juizinhos", bem isso é coisa da cabeça do comentarista Alexandre, abaixo, porque não fui eu nem niguém que disse isso...mas é como digo..não saber argumentar e colocar coisas na boca de outros é um problema tremendo.

Responder



Comentar

Comentários encerrados em 3/05/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.