Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Dia do casamento

Fotógrafo é condenado por não entregar imagens de casamento

Um fotógrafo de Brasília terá de pagar R$ 2 mil de indenização por danos morais a um casal por ter chegado atrasado ao casamento e por não entregar a filmagem da cerimônia. A decisão é da 2ª Turma Recursal dos Juizados Especiais do Distrito Federal. O fotógrafo terá de entregar os dois DVDs com as imagens do casamento. Segundo os juízes, numa relação de consumo, a incerteza de ter registrada a recordação do casamento caracteriza o dano moral.

O casal contratou o fotógrafo para registrar seu casamento que aconteceu em novembro de 2006. As filmagens, no entanto, não foram entregues. Outro dano sofrido foi o atraso do profissional que perdeu os momentos iniciais do casamento, como quando a noiva entra na igreja. Citado, ele não contestou a ação e foi julgado à revelia. Ele terá dez dias, contados de sua intimação, para entregar os DVDs.

Segundo o juiz Robson Barbosa de Azevedo, o fato danoso não causou apenas aborrecimento, mas, em se tratando de casamento, efetiva dor e angústia. “Espera-se que no dia do casamento os fatos decorram sem vexame, sem sofrimento ou humilhação, pois é certo que a normalidade em momento ímpar da vida civil e com amplo congraçamento de famílias seja de profunda alegria e não de tristeza”, considerou o juiz.

Processo 2007.07.1.006640-4

Revista Consultor Jurídico, 2 de abril de 2008, 15h02

Comentários de leitores

2 comentários

Dois mil por um momento ímpar na vida de uma pe...

Paulo (Outros - Civil)

Dois mil por um momento ímpar na vida de uma pessoa??? Justiça mal feita é injustiça; é demorada, é burocrática, é desgastante, é mal feita, inibe e desprestigia o cidadão de bem. Desacredita o sistema e não estimula o exercício dos direitos civis, é retrógrada, é tão ou mais nefasta quanto o atraso do fotógrafo, faz mal a todo a sociedade, torna a vida mais difícil e triste. Para isso, não precisamos de juízes, basta um computador. Nota 0.000,00 para essa decisão.

Gostaria de saber, deste Juiz, se for casado, s...

Carlos (Advogado Sócio de Escritório)

Gostaria de saber, deste Juiz, se for casado, se a mulher dele acharia justo receber 2 mil reais em se tratando de caso idêntico. Juízes, o ilícito neste caso compensou. Quando será que um juiz do juizado condena ao teto? 40 salários mínimos. Será que há medo ou algum critério intransponível por parte dos magistrados?

Comentários encerrados em 10/04/2008.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.