Consultor Jurídico

Caminho do acordo

Varas da família em São Paulo terão setor de mediação

Por 

As três varas da família e sucessões de Santos (no litoral paulista) vão ganhar um setor de mediação. A Corregedoria Geral da Justiça inaugura nesta segunda-feira (22/10) o novo setor. A solenidade terá a presença do corregedor-geral da Justiça, desembargador Gilberto Passos de Freitas. A implantação é mais uma tentativa dos órgãos de direção para desafogar o Judiciário paulista.

A mediação é uma forma alternativa para resolver conflitos entre as partes com a ajuda de um mediador, que não é o juiz da causa, mas um profissional especializado em técnicas de negociação. A mediação tem por objetivo apresentar uma resposta mais célere nas demandas da área de família e sucessões, tendo em vista o grande número de processos em andamento nessas varas.

Além de desafogar as varas especializadas em casos de família e sucessões, outro objetivo é disseminar a cultura da mediação, que também proporciona maior rapidez na pacificação dos conflitos, com resultados sociais expressivos e reflexos significativos na redução do número de processos.




Topo da página

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 21 de outubro de 2007, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 29/10/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.