Consultor Jurídico

Viagem de volta

Ministério Público de Mônaco concorda com extradição de Cacciola

O Ministério Público de Mônaco já comunicou ao Brasil que concorda com o pedido de extradição do ex-banqueiro, Salvatore Cacciola. O Tribunal de Recursos do principado ainda está analisando o processo. A decisão deve ser anunciada entre terça e sexta-feira da próxima semana, conforme afirma o procurador-geral do principado Gerard Dubes. Cacciola está preso em Mônaco desde o dia 15 de setembro deste ano.

Mesmo sendo aceito, o pedido de extradição ainda precisará ser ratificado pelo príncipe Albert II. A aprovação do príncipe é puramente protocolar uma vez que ele jamais contrariou uma decisão do Judiciário, informa o Globo Online.

O ex-banqueiro, foragido do Brasil há sete anos, foi detido na região do cassino de Montecarlo, uma das mais nobres do principado. Cacciola foi condenado em primeira instância em 2005 por peculato e gestão fraudulenta de instituição financeira no período em que foi dono do banco Marka. Ele deixou o país em 2000, beneficiado por um Habeas Corpus concedido pelo ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal.

Progresso no caso

O Ministério da Justiça comemorou o parecer do MP de Mônaco favorável à extradião de Cacciola. O parecer, segundo a assessoria do Ministério, é um grande avanço no processo de repatriação do ex-banqueiro.

Para o Ministério a resposta positiva do MP significa que os procuradores aceitaram a documentação enviada pelo Brasil, comprovando que o pedido se encaixa às exigências da Justiça local.




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 20 de outubro de 2007, 16h24

Comentários de leitores

7 comentários

Pelo que sabemos o Cacciola nunca foi "autorida...

A.G. Moreira (Consultor)

Pelo que sabemos o Cacciola nunca foi "autoridade" no Brasil. - Nunca foi Diretor do Banco Central , que tem poderes para permitir ou negar certos privigégios, ( como os que o favoreceu ), como foram os saques milionários do MENSALÃO, desvios bilionários do BANESTADO, etc., etc. !!! E estes senhores, estão presos em que penitenciária ???????

E enquanto isso, o Francisco Lopes, o amigo do ...

Marcio (Estudante de Direito)

E enquanto isso, o Francisco Lopes, o amigo do Cacciola e ex-presidente do Banco Central que liberou a venda dos dólares abaixo do preço de mercado, continua livre e dando aulas na GV do Rio de Janeiro. Ele nem precisou fugir daqui para escapar da prisão. Afinal, era primário, tinha bons antecedentes e possuía faculdade. Que mal ele poderia fazer, não é mesmo?

Cacciola apronta tudo o que aprontou, foge do p...

www.professormanuel.blogspot.com (Bacharel)

Cacciola apronta tudo o que aprontou, foge do país, faz todo mundo de trouxa e, para alguns, ruim é o Brasil. Conversa mais besta.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 28/10/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.