Consultor Jurídico

Notícias

Caso Bahamas

Oscar Maroni entra na Justiça contra Band e Roberto Cabrini

O dono da casa Bahamas, Oscar Maroni, ajuizou ação de indenização contra a Rede Bandeirantes e o jornalista Roberto Cabrini. O processo corre na 2ª Vara Cível do Fórum de Pinheiros (São Paulo).

Maroni alega que reportagens com edição tendenciosa foram exibidas nos dias 12 de junho e 31 de julho deste ano. O valor do pedido é de R$ 394 mil por danos emergentes. A informação é do Portal Imprensa.

Durante a reportagem, Bahamas é apresentada como uma casa de prostituição de luxo. Segundo o advogado de Maroni, Gianpaulo Scaciota, a referência teria sido utilizada como fundamento judicial para que a casa fosse fechada.

O empresário solicita, ainda, uma indenização por lucros cessantes porque a casa permanece fechada. O valor da indenização para esse dano será apurado no decorrer do processo. O empresário pedirá uma indenização de R$ 5 milhões por danos morais.

O processo corre desde setembro, mas apenas nesta terça-feira (9/10) chegou às mãos do juiz responsável. O advogado explica que, caso o processo seja acolhido pela Justiça, a intimação deve chegar a Cabrini na próxima semana.

Cabrini alega que "a fita bruta mostra de maneira claríssima que ele falou exatamente estas palavras". E completa: "ele está mentindo claramente quando questiona a declaração". As imagens e sonoras da fita bruta já foram, inclusive, levadas ao ar.

Oscar Maroni Filho responde a processo criminal por exploração de casa de prostituição, favorecimento de prostituição, formação de quadrilha e tráfico de pessoas. Para o Ministério Público, o empresário é chefe de uma organização criminosa, que afronta o Estado ao incentivar mulheres à prostituição.

Processo 583.11.2007.118708-4

Revista Consultor Jurídico, 9 de outubro de 2007, 17h54

Comentários de leitores

10 comentários

É o fim do mundo, mesmo! O Indivíduo comete em ...

Airton (Outros)

É o fim do mundo, mesmo! O Indivíduo comete em tese vários crimes, no caso da Prostituição é notório e descarado a situação, ainda tem a petulância de exigir indenização. Faça o favor. Brasil País das Maravilhas para alguns que tem $$$$$$ para pagar aos "Guias" dos atalhos das em tese Leis.

Boa Dani!!Com certeza a impunidade e o corporat...

Manofarias (Estudante de Direito)

Boa Dani!!Com certeza a impunidade e o corporativismo que reinam no nosso país não permitirá que esses promotores paguem pelos seus erros gravíssimos à sociedade.

Propaganda deve ter tempo certo, assim diz o TS...

Fernando Queiroz (Advogado Autônomo)

Propaganda deve ter tempo certo, assim diz o TSE, mas, na Terra Brasilis, tudo pode; eis a minha: "Onde andas Igor . . . como andas Portolan . . ."

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 17/10/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.