Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Judiciário infiltrado

Réu soube do pedido de sua prisão, antes da juíza

Importante ressaltar, outrossim, que foram apreendidos inúmeros outros documentos indicando a propriedade de fato de bingos e máquinas caça-níqueis por parte dos denunciados ANIZ, ANTONIO e AILTON.

Exemplificativamente, tem-se uma declaração na qual ANTONIO PETRUS KALIL, em 06 de junho de 2005, ou seja, recentemente, declara que, em caso de morte ou invalidez, seus negócios de jogo em geral, numéricos e eletrônicos, passarão a ser administrados por seu filho MARCELO CALIL PETRUS, o que é um robusto elemento de prova de que o mesmo exerce a atividade de exploração das máquinas caça-níqueis e se beneficia diretamente dos lucros que com ela são obtidos.

Na sua residência, foi apreendida ainda mais de uma dezena de pastas e documentos contendo a contabilidade do jogo do bicho e da exploração de máquinas caça-níqueis.

E, do mesmo modo, no escritório do BARRABINGO, foram apreendidas fotos de ANIZ ABRAHAO DAVI. Em relação a ANIZ, há, ainda, diálogos que denotam o controle de atividades policiais relacionadas à exploração de jogos ilegais e o indicativo de que relaciona-se intensamente com os acusados ANTONIO PETRUS, AILTON e JULIO, realizando, inclusive, viagens ao exterior, financiadas, provavelmente, pela rentável atividade ilícita que elegeu para sobreviver.

Ao que tudo indica, portanto, pela prova colhida nestes autos, os denunciados são os verdadeiros “chefes” da organização criminosa, que recebem a maior parte dos milionários valores auferidos com a prática reiterada dos delitos de cotnrabando que se apuram nesta ação penal e persistem na atividade ilícita há muito tempo.

Quanto a MARCELO CALIL PETRUS, como restou demonstrado linhas atrás, há veementes indícios de que seja o sucessor de seu pai ANTONIO PETRUS, tanto que este teve o cuidado de deixar uma espécie de “testamento” informal devidamente documentado.

De que forma se poderia interpretar esta denominada “sucessão”??? Não se trata de uma simples sucessão de bens, mas sim de uma sucessão de negócios e atividades que passarão a ser administradas por este denunciado, segundo os termos utilizados pelo próprio ANTONIO PETRUS.

Ora, se já restou assentado que tudo indica que as atividades exercidas por ANTONIO PETRUS, no ramo dos jogos em geral, é ilegal, caracterizadora mesmo de fatos criminosos, por certo que a continuidade de tais atividades ostenta e ostentará a mesma natureza ilícita.

Assim, o fato de atuar como assessor direto de um dos supostos chefes e ser o seu sucessor natural é bastante para atestar a sua destacada função na organização, a sua periculosidade e a determinação deliberada de prosseguir na prática de delitos.

Já quanto a JULIO GUIMARÃES SOBREIRA e NAGIB TEIXEIRA SUAID reuniram-se, tanto em diálogos quanto em documentos apreendidos, elementos bastantes para imputar-lhes, num primeiro momento, a exploração comercial das referidas máquinas, juntamente com seus chefes.

Na Operação Hurricane imputa-se a JULIO, entre outros fato gravíssimos, o de gerir a “caixinha” para a qual mensalmente contribuem os donos de bingos, bicheiros e maquineiros, destinada ao pagamento de propina a policiais.

Some-se a isso que, além de ser JULIO dirigente da ABERJ, Associação Brasileira de Empresas de Bingo e Similares, ao que tudo indica divide com NAGIB a sociedade oculta dos Bingos PRAIA e BARRA. Veja-se, a respeito, o seguinte diálogo, travado entre JULIO e NAGIB:

TELEFONE NOME DO ALVO

2178156545 JÚLIO CÉSAR GUIMARÃES SOBREIRA

INTERLOCUTORES/COMENTÁRIO

JÚLIO X NAGIB @@

DATA/HORA INICIAL DATA/HORA FINAL DURAÇÃO

06/03/2007 10:48:24 06/03/2007 10:49:34 00:01:10

ALVO INTERLOCUTOR ORIGEM DA LIGAÇÃO TIPO

2178156545 55-24-6544 2178156545 R

RESUMO

CASO TIOS

DIÁLOGO

NAGIB pergunta "lá no américas (BINGO AMÉRICAS) nós dois dividimos com o JOCA ou nós dois mais o MANDRAKE dividimos com o JOCA". JÚLIO diz "no AMÉRICAS é 4% que cada um de nós temos, 4% , eu você e JOCA, cada um 4". NAGIB diz "tá então o MANDRAKE não entra nisso não, porque era 6% pra cada um de nós, 2% pro DANILO e 10% pra cada TIO e então ele ficou de fora". JÚLIO diz "VILA ISABEL é dividido por 4, pelo amor de deus". JÚLIO pergunta se vai ter reunião hoje. NAGIB diz que JÚLIO tinha dito as 17:00, e que vai força o PAULO pra ir e que amanhã eles não tem hora pra sair de lá. JÚLIO diz que é e que que está indo pra ginástica.

Pelos intensos contatos que JULIO mantém com os supostos integrantes da cúpula da organização e pela posição de sucessor natural de ALITON GUIMARÃES JORGE (de quem é sobrinho), ocupa posição semelhante à ocupada por MARCELO CALIL em relação a ANTONIO, podendo-se, assim, afirmar o seu destacado papel na organização e a sua propensão individual para a reiteração delitiva.

Revista Consultor Jurídico, 30 de novembro de 2007, 14h29

Comentários de leitores

7 comentários

Não, Murassawa. Custo a acreditar...o vazamento...

Pedro Pinto (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Não, Murassawa. Custo a acreditar...o vazamento partiu de dentrodo prório cartório da Juíza? Duvido! Estamos no Brasil, onde reina a honestidade e a lisura. Quanto tempo o Sr. pensou para chegar a essa conclusão???

Normal, normal!! Não sei que surpresa é essa! ...

Mauricio Ruas (Advogado Autônomo - Ambiental)

Normal, normal!! Não sei que surpresa é essa! Isto é Brasil, ou melhor, brasil!

Pode ter certeza de que o vazamento se deu atra...

Murassawa (Advogado Autônomo)

Pode ter certeza de que o vazamento se deu através de um funcionario dó próprio Cartório Presidido pela Juiza.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 08/12/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.