Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Gentilezas cruzadas

Desembargador contrata irmã do governador que o nomeou

Por 

O novo desembargador do Tribunal de Justiça da Paraíba, Joás de Britto Pereira Filho, foi empossado no cargo na quarta-feira (28/11). Nesta quinta-feira, o Diário da Justiça do estado publica o primeiro ato de sua lavra: a nomeação para sua asessoria de Glauce Rodrigues de Cunha Lima, irmã do governador Cássio Cunha Lima, que o escolheu e nomeou para ocupar uma vaga no tribunal.

De acordo com notícia publicada no site de notícias paraíba.com.br, a atitude do novo desembargador está sendo interpretada por alguns como uma retribuição à nomeação feita pelo governador. Cunha Lima escolheu Joás de Brito Filho em lista tríplice de representantes da advocacia, pelo Quinto Constitucional, completada com os nomes de Caius Marcellus e Odon Bezerra

Glauce Rodrigues de Cunha Lima, a irmã do governador, ainda não tomou posse no cargo, mas já freqüenta o gabinete. A reportagem da revista Consultor Jurídico tentou falar com o desembargador, mas não obteve retorno. Funcionários do gabinete confirmaram a nomeação de Glauce para o cargo de assessora.

Joás de Britto já foi Procurador-Geral do Estado e trabalhou por cinco anos junto com Cássio Cunha Lima.

Próxima vaga

A juíza convocada Maria das Neves do Egito de Araújo Duda Ferreira será a próxima desembargadora do Tribunal de Justiça da Paraíba. Ela foi escolhida pelo presidente, desembargador Antônio de Pádua Lima Montenegro e vai ser homologada pelo Tribunal Pleno no dia 19 de dezembro.

A juíza foi escolhida pelo critério da antiguidade. Ela é a magistrada com mais tempo de atividade na justiça paraibana. Maria das Neves vai substituir o desembargador Manoel Paulino da Luz, que se aposenta, no dia 18 de dezembro, por atingir a idade-limite de atuação na magistratura (70 anos).

A futura desembargadora já se desempenha no tribunal. Em outubro, o Pleno do TJ-PB aprovou a prorrogação por 90 dias da convocação da juíza Maria das Neves, para atuar tanto no Tribunal Pleno quanto na 1ª Câmara Cível.

 é repórter da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 29 de novembro de 2007, 18h50

Comentários de leitores

19 comentários

Gente, brava, gente!... Porque, choram, infeli...

Edy (Consultor)

Gente, brava, gente!... Porque, choram, infelizmente, voces não são parente dessa "gente"... Então aguentem!...rsrs E depois dizer que nosso rico País, não tem "gente", valente que só nomeia, amigos e parentes... Ora, ora, brava gente...vão chorar na cama que é lugar quente, rsrs... Porque jeito nessa "farra", nem o "PRESIDENTE"... conseguirá acabar com essa "gente"... Porque, "ele"... também só nomeia, amigos e parentes...ou gente do bando: "ALI BABÁ E OS QUARENTA"... E NÓS BRAVA GENTE, PAGAMOS A CONTA DESSA "GENTE"... E OLHA QUE NÃO SOMOS NEM AMIGOS E NEM PARENTES... MAS RESTA UM CONSOLO MINHA GENTE... UM DIA NOSSO "PRESIDENTE"...DIRÁ: "VIVEMOS NUMA DEMOCRACIA EMERGÊNTE, E QUE NÃO TIVER SATISFEITO, QUE PULE DO BARCO, E VÁ VIVER NO ORIENTE..." E INFELIZMENTE, NEM TODOS SOMOS PARENTES, OU AMIGOS DO PRIMEIRO MINISTRO NO ORIENTE... E PIOR AINDA, AQUELE PAÍS É PEQUENO, E NÃO CABE MUITA GENTE... ASSIM SENDO... AGUENTEM O LULA E SUA GENTE... ATÉ QUANDO, SABE-SE LÁ MINHA BRAVA GENTE...

Como dizia o Genoíno: "Não vi nada, não sei de ...

Geraldo (Procurador da Fazenda Nacional)

Como dizia o Genoíno: "Não vi nada, não sei de nada, não fui eu, falem com quem sabe, nem estava aqui...!"

QUERER ACREDITAR QUE NO JUDICIARIO SÓ TEM CONCU...

não (Advogado Autônomo)

QUERER ACREDITAR QUE NO JUDICIARIO SÓ TEM CONCURSADO É SER TOLO. NA GRANDE FAMILIA. SÓ ENTRA QUEM É PARENTE OU AMIGO DE DESEMBARGADOR.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 07/12/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.