Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Crime organizado

MP-SP denuncia organizador de ataques do PCC em Mauá

O Ministério Público de São Paulo ofereceu denúncia contra Ronaldo Stakovski de organizar a onda de ataques a prédios públicos e ônibus de transporte coletivo, ocorrida em Mauá (SP), em fevereiro deste ano, atribuída à suposta organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).

A denúncia, oferecida na 6ª Vara Criminal de Mauá (SP), é assinada pelos promotores Sandra Reimberg, Roberto Wider Filho e Amaro José Thomé Filho, do Gaerco, o grupo de repressão ao crime organizado do MP-SP. Nela também é denunciada Sandra Teixeira dos Santos. Os dois também são acusados de tráfico de drogas e formação de quadrilha.

Nas investigações, baseada em interceptações telefônicas autorizadas pela Justiça, os promotores constataram que Stakovski recebeu ordens para organizar os ataques a instalações policiais e a ônibus públicos, que posteriormente se concretizaram. Ele é acusado também de administrar as finanças da organização criminosa, arrecadando dinheiro de outros comparsas e fazendo frente às despesas.

Clique aqui para ler a denúncia

Revista Consultor Jurídico, 27 de novembro de 2007, 20h46

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 05/12/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.