Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

No lugar errado

Americanos acusam fotógrafo da AP de terrorismo no Iraque

O fotógrafo iraquiano, Bilal Hussein, da agência internacional de notícias Associated Press, estava sempre presente nos locais onde ocorriam ataques iraquianos contra a ocupação americana. Esta foi a justificativa para os militares americanos começarem a investigar o fotógrafo e prende-lo.

Segundo o Pentágono, Hussein foi detido por ter, em sua casa, material para a fabricação de bombas, propaganda contra a ocupação e uma foto de uma instalação militar americana considerada como de espionagem.

O caso, agora, deve passar para a Justiça iraquiana. Os militares americanos querem que ele seja indiciado por terrorismo. Eles afirmam haver evidências adicionais de que o repórter é um "terrorista em operação na mídia", infiltrado na agência de notícias AP.

A defesa do fotógrafo diz que desde que foi preso, em abril de 2006, ele foi interrogado duas vezes e nunca teve acesso às provas levantadas contra ele. Caso o fotógrafo não seja acusado formalmente e não venha a responder a algum processo, terá de solto no dia 12 de dezembro.

A AP afirma que Hussein é apenas um fotógrafo em zona de guerra. O presidente da agência de notícias, Tom Curley, acusa os militares de perseguir o fotógrafo porque divulgava informações que não interessavam aos interesses dos Estados Unidos.

A AP conta que Hussein, hoje com 36 anos, foi seqüestrado pelos militares americanos depois de abrigar estranhos em sua casa após uma explosão em Faluja. Marines detiveram o fotógrafo e os hóspedes, e apreenderam seu laptop e o celular. Mais tarde, usaram seu apartamento como posto de observação.

Hussein faz parte da equipe de jornalismo fotográfico que ganhou o prêmio Pulitzer em 2005. ONGs que defendem a liberdade de imprensa fazem campanha pela libertação do jornalista. Adesões podem ser feitas pelo site www.freebilal.org.

Revista Consultor Jurídico, 22 de novembro de 2007, 0h01

Comentários de leitores

3 comentários

Concordo em parte com o roberval, mais soltem o...

futuka (Consultor)

Concordo em parte com o roberval, mais soltem o bilal, pô! O tal de pentagono "tá por fora",,foram só meras coincidências estar nos lugares errados na hora certa de cada ataque.(?)

No lugar errado porque não fala só aquilo que o...

João pirão (Outro)

No lugar errado porque não fala só aquilo que o gov. de USA quer. E pensar que USA se gama de ter todo tipo de liberdades, inclusive em Guantánamo.... Agora só tem de colocar na casa dele uns pés de maconha ou uns cubinhos de caldo de sopa, que são especiais para fazer bombas.

Um cara chamado Bilal só pode ser terrorista!Va...

Roberval Taylor (Consultor)

Um cara chamado Bilal só pode ser terrorista!Vai ver estava sem camisa... Não soltem o Bilal!

Comentários encerrados em 30/11/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.