Consultor Jurídico

Comentários de leitores

15 comentários

Somente um estadista da postura e coragem de PA...

João Tavares (Consultor)

Somente um estadista da postura e coragem de PAULO MALUF, para desmascarar, de forma oficial atráves de relatório o ditador que é Hugo Chaves. "O povo irmão da Venezuela não pode ser penalizado".

Quem diria Maluf defendendo o processo democrát...

gilberto1951 (Jornalista)

Quem diria Maluf defendendo o processo democrático...É brincadeira! Quem diria Maluf declarando que é difícil esquecer as declarações infelizes do Sr. Cháves...É brincadeira! Afinal, que declaração pode ser mais infeliz do que "Estupra mas não mata!"? Pobre Maluf...

Trato de entrar nestes sites para obter informa...

João pirão (Outro)

Trato de entrar nestes sites para obter informações concisas e observar opiniões sensatas, porem, não deixo de ler opiniões de supostos estadistas bem informados da realidade aléia só porque assistem duas (ou 3) TVs parasitas e uma revista medíocre que dispersam suas próprias opiniões (que nem delas são)como de caráter noticioso imparcial. Mas na verdade creio difícil que saibam ou tenham alguma capacidade para analisar a realidade política e social de algum destes países, sem sequer, por exemplo, saber quem é o Pres. de Costa Rica, ou Panamá, ou Rep. Dominicana. Claro sabem quem é o da Argentina, porque é o vizinho de amor e ódio, ou de Bolívia, porque ele é mau conosco, ou de Venezuela, porque fala de mais. Agora, dizer que Venezuela não exista democracia é absurdo, pois em 8 anos já fizeram 9 eleições e plebiscitos, teve um golpe de estado (da Direita)onde se poderiam livrar desse cara, e pelo contrário, saíram às ruas até coloca-lo de volta. O que passa é que estamos acostumados é que democracia é só a cada 4 anos, mas democracia, se faz a cada dia, e sua etimologia é clara (demo-cracia), mas melhor pensar isso daqui a 4 anos.... Por enquanto devemos aceitar que um presidente diga que fazer greve é de vagabundo (cuspindo o prato em que comeu), indo em contra de preceitos democráticos, ou coniventes com o trabalho escravo... Da um tempo! vai! O que sim devemos é estar alerta porque o poder é gostoso e corrompe, e não ter pensamentos criminosos, como bloquear por 45 ou mais anos a um país pelo simples benefício da dúvida. E o que há de se ver é que colocaram ao Maluf de relator porque já é cartucho queimado, assim não se gastam os outros nesse melidroso jogo que é dos industriais, querendo vender produtos acabados a um país que pouco produz.

Eis uma nova Lei na Física : "os iguais se atra...

acdinamarco (Advogado Autônomo - Criminal)

Eis uma nova Lei na Física : "os iguais se atraem." acdinamarco@aasp.org.br = al. joaquim eugênio de lima, 696 = cj. 34 = fone: 3294-1935 = São Paulo.

Esse, sim, nunca acreditou em Deus. Até que se ...

Luís da Velosa (Bacharel)

Esse, sim, nunca acreditou em Deus. Até que se deu bem. Mais um que vive como nababo, sem consultar os princípios (quanto mais obedec~e-los) que são cometidos ao comum dos mortais. Os Maluf t~em direito a tudo.

O roto falando do rasgado (lembrem-se da “brilh...

Felippe Mendonça (Professor Universitário)

O roto falando do rasgado (lembrem-se da “brilhante” contribuição do Maluf em nossa ditadura militar, onde ele puxava o saco de todos os milicos a troco de cargos). Só concordo com ele nas críticas ao Chaves e na espera para que seja o mais breve possível sua passagem no Poder. (assim como o seu Mandato de Deputado Federal, que espero seja abreviado pelas ações criminais). Mas a Venezuela não deve fazer parte do Mercosul, não! Enquanto não se democratizarem, não podem entrar. Na União Européia os países foram obrigados a mudar suas constituições em vários pontos para se adequarem, (momento em que Portugal criou a figura da dupla revisão para abolir cláusula pétrea). Por que os subnutridos países latinos americanos, inclusive o Brasil, banalizam os critérios de adesão a grupos econômicos? A verdade é que a barreira existe exatamente para que o país não democrático morra por inanição. Nenhum governo, nem mesmo ditatorial, resiste à miséria. O povo venezuelano, infelizmente igual ao povo Brasileiro, precisa “apanhar” pra aprender a votar. Concordo que a política feita nestes países (Brasil, Colômbia, Bolívia e Venezuela, principalmente) são democracias cesarianas, onde usam o manto democrático para encobrir a total ausência da democracia (sim, nós também não temos uma democracia), com políticos demagogos ludibriando o povo em troca da única moeda que lhes interessa: o voto de 4 em 4 anos. Nada é decidido pelo povo. Quando é, este é conduzido pelo governante a seu bel prazer. Enquanto não lutarmos pela educação, e educação séria, não a que temos em nossos colégios particulares que também alienam os cidadãos, vamos continuar vivendo esta politicatura e presenciando governos autoritários em toda a América Latina. Haja anti-ácido!

A culpa mais uma vez é do povo! Além deste, os...

Marcelo Bona (Outros)

A culpa mais uma vez é do povo! Além deste, os mensaleiros e outros bichos, foram reconduzidos através do voto! Esse é o motivo pelo qual se investe tão pouco ou quase nada em escolas e educação! Caso contrário, jamais eles retornariam ao congresso! Vai cumeeendo Raimundo!!!(Escolinha do Profº Raimundo). Dizem que óleo de peroba é muito bom como após barba! Aqui no Brasil quem investir nesta área, fica milionário, sem roubar!

Apenas por curiosidade resolvi ler a opinião de...

 (Advogado Autônomo - Civil)

Apenas por curiosidade resolvi ler a opinião desse senhor que tanto trabalho e despesas causou ao nosso sofrido povo. Alguém desse naipe, só mesmo numa democracia, como a que vivemos no Brasil o ouve. Para mim não tem nenhum valor as suas opiniões. A opinão de alguém que diz "estupre, mas não mate" não pode ser um estadista, está muito longe disso!

Engraçado quem defende "pena de morte", "Rota n...

George Rumiatto Santos (Procurador Federal)

Engraçado quem defende "pena de morte", "Rota nas ruas", "estupra mas não mata", dentre outra pérolas de política pública, estar preocupado com democracia onde quer que seja. O Sr. Maluf e seus pares, por que não dizer, deveriam se preocupar em votar os projetos de nosso interesse (do povo brasileiro), ao invés de meter o bedelho em questões que envolvem os governantes dos outros.

E esse sr. Maluf tem lá moral pra criticar algu...

Zerlottini (Outros)

E esse sr. Maluf tem lá moral pra criticar alguém? Ele deveria estar na cadeia - só não está porque a justiça no Brasil é uma espécie de brincadeira de mau gosto. Então, a frase do rei de Espanha vale pra ele também: "porque no te callas?" Francisco Alexandre Zerlottini. BH / MG

"Provei que é possível governar sem corrupção" ...

Luismar (Bacharel)

"Provei que é possível governar sem corrupção" (Paulo Maluf) Mas nessa querela com o "Idi Amin de Caracas", tem razão o Maluf.

Só um estadista da qualidade de PAULO MALUF, po...

João Tavares (Consultor)

Só um estadista da qualidade de PAULO MALUF, poderia dizer: "Precisamos avaliar se uma reeleição contínuada é uma democracia". Argumentando que o tratado do Mercosul só permite ingresso de países de regime democrático. E completou "o povo irmão da Venezuela não pode ser penalizado, pelo seu atual governante passageiro e de plantão".

Maluf, vá explicar o seu enorme dinheiro nos pa...

Armando do Prado (Professor)

Maluf, vá explicar o seu enorme dinheiro nos paraísos fiscais. O Chávez está preocupadíssimo com a sua opinião, que diga-se de passagem, é a opinião de um "querubim".

Se fosse em outros tempos, PT, CUT, UNE e Cia. ...

olhovivo (Outros)

Se fosse em outros tempos, PT, CUT, UNE e Cia. estariam nas ruas em protestos de apoio ao socialista Chaves. Hoje os neo-burgueses estão na moita e os banqueiros nunca lucraram tanto. Como o mundo dá voltas ein!

Como se o povo venezuelano não tivesse sua parc...

Hwidger Lourenço (Professor Universitário - Eleitoral)

Como se o povo venezuelano não tivesse sua parcela de culpa pela neo-ditadura desse sujeito. Espero que o Senado oponha-se.

Comentar

Comentários encerrados em 21/11/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.