Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Cotas nos EUA

Cidades dos EUA desrespeitam decisão sobre cotas para minorias

Por 

Pelo menos 300 cidades dos Estados Unidos estão desrespeitando uma decisão da Suprema Corte, de junho, que interrompeu programas de ação afirmativa como, por exemplo, o de sistema de cotas para alunos pertencentes a minorias étnicas. Juízes dessas cidades têm dado ordem em sentido contrário ao da Suprema Corte e, por isso, elas gastam milhões de dólares. As informações são do site Findlaw.

Juízes têm obrigado cidades como Huntsville, Alabama, Tucson e Arizona a gastar milhões de dólares no transporte de alunos a outras localidades para que tenham aulas “com equilíbrio étnico”.

Em junho, a Suprema Corte enterrou essa prática ao julgar ação de pais de alunos contra escolas dos estados de Washington e Kentucky. Eles queriam cotas de vagas para assegurar a integração racial nos estabelecimentos públicos de ensino. A decisão contra as cotas foi tomada em votação apertada de cinco votos contra quatro. Por enquanto, apenas 75 cidades têm seguido o entendimento da Suprema Corte americana.

 é repórter especial da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 13 de novembro de 2007, 16h33

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 21/11/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.