Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Novidade no conselho

Ministra Eliana Calmon é eleita membro efetivo do CJF

A ministra Eliana Calmon, do Superior Tribunal de Justiça, é a nova integrante efetiva do Conselho de Justiça Federal. Ela foi escolhida, nesta quarta-feira (7/11), pelo Pleno do Superior Tribunal de Justiça.

Eliana assume, no dia 7 de dezembro, a vaga do ministro Aldir Passarinho Junior, que completou dois anos no CJF. O STJ também elegeu a nova suplente do Conselho, a ministra Nancy Andrighi.

O CJF é composto por oito ministros do STJ, eleitos para um mandato de dois anos. Cinco deles são membros efetivos e três, suplentes. Atualmente é formado pelo presidente e pelo vice-presidente do STJ, ministros Raphael de Barros Monteiro Filho e Francisco Peçanha Martins e pelos ministros Gilson Dipp (coordenador-geral da Justiça Federal) e Hamilton Carvalhido, como membros efetivos. Os ministros Paulo Gallotti e Francisco Falcão são suplentes.

O conselho funciona junto ao STJ por determinação constitucional. Cabe ao órgão exercer, na forma da lei, a supervisão administrativa e orçamentária da Justiça Federal de primeiro e segundo graus.

Natural de Salvador (BA), a ministra Eliana Calmon é membro do STJ desde 1999. De 1979 até 1989, atuou como juíza federal da Seção Judiciária da Bahia. Em 1989, tornou-se juíza do Tribunal Regional Federal da 1ª Região.

A ministra Nancy Andrighi é natural de Soledade (RS) e integra o STJ desde 1999. Ingressou na magistratura em 1976, como juíza de Direito do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul. Em 1980, tornou-se juíza e posteriormente desembargadora do Tribunal de Justiça do Distrito Federal.

Revista Consultor Jurídico, 8 de novembro de 2007, 0h01

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 16/11/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.