Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Nos bastidores

Perito do MP explica em livro como as fraudes são feitas

Como as fraudes são feitas? O auditor-geral José Carlos Oliveira de Carvalho pretende, através de seu livro Por Dentro das Fraudes (LEX Editora), demonstrar com detalhes o modo como elas se operam. O lançamento acontece nesta quinta-feira (8/11), na livraria Argumento (Rua Dias Ferreira, 417, Rio de Janeiro), às 19h.

Ao desvendar as falhas nos sistemas de controle interno que permitem que as fraudes aconteçam, o autor aponta sugestões de como coibi-las. A idéia é a de que a prevenção sai mais barato que a correção.

A obra foi elaborada com base na experiência do autor como auditor-geral e perito-chefe (área contábil) do Grupo de Apoio Técnico do Ministério Público do Rio de Janeiro. É especialmente indicada a cursos de Contabilidade, Administração, Direito, Economia, Engenharia de Produção e Auditoria Fiscal.

Definida como “ousada e instigante” pelo desembargador do TJ fluminense Fernando Fernandy Fernandes, o relato dos casos concretos é a parte central da obra.

Sobre o autor

José Carlos Oliveira de Carvalho é auditor-geral e perito-chefe do Grupo de Apoio Técnico do Ministério Público do Rio de Janeiro, mestre em Ciências Contábeis pela Uerj na área de auditoria e especialista em docência superior pela Fabes. Conselheiro do Conselho Regional de Contabilidade do Rio de Janeiro, leciona na FGV e em cursos preparatórios para concursos. É autor de obras nas áreas de auditoria, orçamento público e fundos especiais.

Revista Consultor Jurídico, 8 de novembro de 2007, 11h30

Comentários de leitores

8 comentários

O que pretende o professor com o livro? Ensinar...

boan (Contabilista)

O que pretende o professor com o livro? Ensinar/insinuar como se faz fraude? Acredito que cada fraudador tem e tenta melhorar do outro. Como chefe de setor importante do governo deveria procurar melhorar seu quadro de funcionários e dissiminar entre os orgãos do governo para o qual trabalha evitando tantas fraudes. Porque será que está aparecendo tantas fraudes nesse governo?

Se o relato dos casos concretos - parte central...

César (Auditor Fiscal)

Se o relato dos casos concretos - parte central da obra - permite a reprodução das fraudes será de bom alvitre registrar os compradores...

Meu caro "Fessô" PeTralha e etc. (trabalhei m...

Richard Smith (Consultor)

Meu caro "Fessô" PeTralha e etc. (trabalhei muito hoje e estou cansado para digitar todos os seus apônimos)para o seu atroz desgosto, estou vivo, vivinho! Depois, como sou Católico, democrata, esclarecido e não sou um PeTista ou um PeTralha, tenha a certeza, não vivo e nem ando em trevas! Quanto a ser "fundamentalista", com certeza, respeito todos os fundamentos da minha crença religiosa e das minhas outras crenças, políticas, sociais, etc., diferentemente de uns e outros que possuem morais e opiniões "de ocasião". Vide por exemplo o Abortista/Excomungado sem-dedo que ora freqüenta a Cadeira Presidencial - e por quem o senhor nutre afetos quase eróticos - acerca das privatizações. Ou, muito antes, de como o pt era um partido "moral" (quá, quá, quá, quá, quá!) e zeloso guardião da moralidade e hoje, chafurda na lama mais malcheirosa que existe (o prezado "fessô" viu o artigo do CONJUR de hoje, acerca do escândalo Daniel Dantas x Telecom x josé dirceu x luiz gushiken?). Passar bem, "fessô". p.s. Ah sim, sou um solícito porém indigno súdito de Sua Santidade o Santo Padre Bento XVI, o Papa, o Doce Cristo na Terra, como dizia Santa Catarina de Sena.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 16/11/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.