Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Espera de interrogatório

Viúva de ganhador da Mega-Sena tem prisão decretada pela Justiça

A Justiça do Rio de Janeiro determinou a prisão preventiva de Adriana Almeida, viúva do ganhador da Mega-Sena morto no começo do ano em Rio Bonito. Também foram decretadas as prisões de Anderson Souza, Janaína Oliveira, Ednei Gonçalves, Ronaldo Amaral e Marco Antônio Vicente.

A decisão foi tomada, nesta quinta-feira (29/3), pela juíza Renata Gil, da 2ª Vara de Rio Bonito, depois de aceitar a denúncia oferecida pelo Ministério Público. A viúva e outras cinco pessoas estão presas por suspeita de envolvimento no crime.

Renné Senna morreu no dia 7 de janeiro de 2007. Ele ficou rico depois de ganhar um prêmio de R$ 50 milhões. A suspeita é a de que sua mulher tenha sido a mandante do crime.

“Existem testemunhas no inquérito que declararam se sentir ameaçadas por alguns dos acusados”, justificou a juíza ao decretar a prisão. Os seis réus serão interrogados na próxima terça-feira, dia 3 de abril.

Revista Consultor Jurídico, 29 de março de 2007, 19h21

Comentários de leitores

3 comentários

Sempre achei que essa moça não se casou por amo...

edisio (Advogado Autônomo)

Sempre achei que essa moça não se casou por amor. Mas não precisava chegar ao extremo de mandar matar o pobre milionário. Renné Sena, que Deus o tenha, vacilou.

É Dr. Tyba, ainda cobrará para dar entrevistas,...

Manente (Advogado Autônomo)

É Dr. Tyba, ainda cobrará para dar entrevistas, rsrsrsrsrsrsrs. Esse é o Brasil.

Se a viúva vier a ser condenada e cumprir a p...

tyba (Advogado Autônomo - Empresarial)

Se a viúva vier a ser condenada e cumprir a pena, será a primeira vez na história recente do país que um milionário viverá a intimidade do cárcere. Quando sair, ficará mais rica contando sua saga em livro.

Comentários encerrados em 06/04/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.