Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Lei eleitoral

YouTube gera debate sobre lei eleitoral nos Estados Unidos

A partir do YouTube, o mais famoso site de vídeos gratuitos da internet, a legislação eleitoral dos EUA começa a ser rediscutida. O rumo da conversa é no sentido de se criarem novas leis para regulamentar a divulgação de vídeos anônimos, com conteúdo de propaganda eleitoral, nesse tipo de servidor.

De acordo com o site Findlaw, a nova polêmica nasceu neste mês: um videoclipe de 74 segundos, que tripudia a campanha política da ex-primeira dama Hillary Clinton. O vídeo se baseia num anúncio veiculado pela Apple para seu computador Macintosh, em 1984, e agora obtém mais de um milhão de visitas a cada dois dias. Apesar de o vídeo estar registrado no YouTube em nome do site do candidato à presidência Barack Obama, ele nega que tenha postado o clipe no YouTube.

O clipe põe Clinton num cenário futurista dando ordens, de uma tela, a robôs humanos. Num determinado momento uma atleta destrói a imagem de Clinton com um martelo. Então surge o texto: “No dia 14 de janeiro as primárias do partido democrata vão começar. E você verá como 2008 não será como 1984”, numa alusão ao livro homônimo de George Orwell, que criou a imagem dos controladores de mentes e corpos, os “Bigbrothers”.

O Partido Democrata não pretende buscar lei eleitoral para retirar o vídeo do YouTube. Confira o vídeo no link:

http://www.youtube.com/watch?v=6h3G-lMZxjo

Revista Consultor Jurídico, 26 de março de 2007, 0h00

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 03/04/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.