Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Número três

Vice-presidente de Saddam Hussein é condenado à forca

Por 

A corte de apelações iraquiana confirmou na noite desta sexta-feira (16/3) a condenação à morte do ex-vice-presidente Taha Yassin Ramadan, homem forte do governo do ditador Saddam Hussein. A condenação à morte do "número três" do regime de Saddam foi tomada por unanimidade, de acordo com o juiz Munir Yabar Hadad, em entrevista à imprensa. "A partir de agora, a execução do criminoso Taha Yassin Ramadan poderá acontecer a qualquer momento, apesar da lei prever 30 dias para a aplicação da sentença", acrescentou. As informações são do site Findlaw.

Ramadan foi condenado à morte na forca em 12 de fevereiro deste ano pelo Tribunal Penal Supremo iraquiano, depois de ter recebido a sentença de prisão perpétua em novembro de 2006. As condenações foram anunciadas dentro do processo de Dujail. Em 1982, no vilarejo de Dujail, 148 xiitas foram mortos após uma tentativa de assassinato do então líder iraquiano Saddam Hussein. O ditador morreu enforcado no dia 30 de dezembro de 2006.

Saddam e dois outros acusados, o seu meio-irmão e um antigo juiz, foram condenados à morte pelo mesmo processo e executados cinco dias depois. O governo iraquiano não anuncia previamente a data nem o local da execução, que, por regra, acontece de madrugada.

 é repórter especial da revista Consultor Jurídico

Revista Consultor Jurídico, 17 de março de 2007, 13h45

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 25/03/2007.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.